Audiências SIC Televisão

SIC emite comunicado sobre acusações de manipulação das audiências

Com a polémica a ganhar novos contornos, a SIC decidiu impor-se face às mais recentes notícias sobre a manipulação das audiências de que está a ser alvo.


Foi no decorrer desta quarta-feira que a comunicação avançou com a notícia de que o DIAP, Departamento de Investigação e Ação Penal, se encontra a investigar uma eventual manipulação de audiências por parte do Grupo Impresa e Gfk, de forma a favorecer a SIC nos resultados divulgados diariamente e que dão a vitória ao canal há mais de dois anos.

Face a estas acusações, a SIC já veio a público mostrar a sua posição, afirmando de que tais notícias são falsas e sem fundamento, sendo que irá recorrer aos meios legais para defender a sua reputação. Leia de seguida o comunicado divulgado pelo canal:

No seguimento da notícia publicada hoje no semanário “Tal & Qual”, e posteriormente veiculada pelo canal TVI24, na qual se diz que terá sido denunciada “uma combinação entre o grupo Impresa (SIC) e a empresa que mede as audiências para, alegadamente, aumentar artificialmente os números do canal de Francisco Pinto Balsemão”, o que terá despoletado uma investigação do DCIAP, a SIC e o Grupo Impresa informam que:

– não estão a par de qualquer investigação nem foram contactados pelas autoridades sobre este assunto;

– é absolutamente falsa, de má-fé e lesiva a acusação que o “Tal & Qual” e a TVI tentam fazer passar de concertação entre SIC e a empresa que mede as audiências para a CAEM, a GfK;

– tal como o resto do mercado, representado pela CAEM (que agrega anunciantes, agências e meios de comunicação social), exceto, aparentemente, a TVI, confiam no sistema de medição de audiências em vigor, algo que acontecia mesmo durante os anos em que a SIC não foi líder de audiências;

– reservam-se no direito de recorrer aos meios legais ao seu dispor para defender a sua reputação.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.