SIC Televisão

João Arroja fala sobre a saída de «Curto Circuito»

Foi no mês de setembro de 2011 que a vida de João Arroja deu uma volta de 180 graus ao vencer o casting de Curto-Circuito, transmitido pela SIC Radical. O jovem estreava-se assim como apresentador de televisão e aquele que parecia ser um sonho cor-de-rosa rapidamente se transformou num pesadelo.

Sete meses depois de ter ingressado no programa do canal temático da SIC, o jovem foi convidado a abandonar o posto de ocupava no formato. À revista TV Guia desta semana, o ex-colega de Carolina Torres diz: «Fiquei triste e desiludido com a decisão de me afastarem. Não estava à espera e nem queria acreditar no que me disseram. Houve pessoas que me ligaram a chorar, a perguntar o porquê de ter saído. Não lhes soube responder.» A revolta ainda hoje o consome fazendo com não se conforme com a decisão tomada pela produtora Sigma 3. «Disseram-me que o meu perfil não era o adequado. Cabe ao público avaliar isso mesmo, mas, a julgar pelos comentários na página de Facebook de Curto-Circuito e na minha, não me parece que seja isso que as pessoas pensam.», disse.

Desde o inicio do seu percurso na SIC Radical que o jovem tinha apenas um objetivo: animar. Desta feita, e à mesma publicação, deixa críticas a quem tomou esta decisão: «Desde que venci o casting e comecei a trabalhar, procurei sempre animar o programa o mais possível, romper com o registo enfadonho que o formato tinha, com pessoas que tentam ser radicais e não são. Tentei divertir o público com a minha irreverência natural e também através do convite a bandas nacionais.»

No final da entrevista, garante que: «A decisão de me afastarem é estranha e dá que pensar…». Irão estas declarações ter peso na decisão tomada pela produtora de Rui Unas?

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados