Em Foco Rubricas

Em Foco: gravidezes inventadas, romances falseados – as mentiras da imprensa

em foco 2

As vendas do papel estão a decair a cada dia que passa. Os leitores preferem sintonizar a sua atenção na Internet e informar-se a partir de um computador do que comprar um jornal, uma revista ou até um livro. Nesta semana tivemos a oportunidade de assistir a duas tentativas de negócio de duas publicações nacionais com temas de capa algo polémicos, mas baseados na mais pura das mentiras. Não tive a oportunidade de ler a Nova Gente, mas desde logo percebi que algo não batia certo quando Cristina Ferreira partilhou no seu Facebook o seguinte: “É mentira. É. É absurdo.  É. Precisamos de vender revistas. Precisamos. Então vamos inventar. E é assim. Ridículo. Cf”

0005_novagente_4202m

Tal como a apresentadora da estação de Queluz de Baixo adiantou, é necessário vender papel e, neste caso, o caminho mais fácil é produzir-se a mentira. Como é possível um jornalista trabalhar um artigo com uma equipa que à partida sabe que é falso, que não tem qualquer razão de ser, que vai simplesmente ridicularizar a própria publicação? Tal como disse Manuel Luís Goucha esta semana à TV Guia: «A Nova Gente afirma que a Cristina está grávida, mas não fui eu, porque eu tomei as devidas precauções.» Apesar de alguma ironia, o apresentador da TVI vai mais longe e afirma o seguinte: «Ela [Cristina Ferreira] manda dizer que, se engravidou, deve ter sido por obra e graça do Divino Espírito Santo… Notícia falsa, portanto.»

Apesar de sabermos que, no final de contas, são os números que interessam e não a quantidade de mentiras e fontes inexistentes que são lançadas e utilizadas, este é um tema que nos deixa a pensar. O círculo social em Portugal é demasiado pequeno, os escândalos são poucos, não existem diariamente notícias que choquem quem acompanha a vida cor de rosa das nossas pseudo-celebridades. Assim sendo, a mentira volta a sair reforçada!

angelo rodrigues

Como se esta situação não bastasse, hoje os quiosques são surpreendidos pela capa da TV Guia. Uma vez que Ângelo Rodrigues não tem namorada e que Joana Ribeiro é uma atriz com comportamentos desviantes (ironia), eis que surge um romance entre eles. Atração fatal, apelida a revista sobre esta suposta relação que, afinal, não passa de uma simples conversa entre dois atores que estão a trabalhar no mesmo projeto em televisão. «As conversas entre os dois não passaram de um convívio entre colegas, que agora têm uma relação mais próxima, fruto do trabalho em conjunto, na nova telenovela da SIC, que estreia em setembro», clarifica a publicação da Cofina no do desenvolvimento do artigo.

Uma vergonha. Se é este o futuro da imprensa em Portugal, então os próximos tempos não serão nada fáceis. Não acredita? Essa realidade é facilmente verificada quando o leitor antes de comprar uma revista ou um jornal percebe que as chamadas de capa não passam de mentiras e, ainda pior, quando o confessam no Facebook desses meios de comunicação.

Cláudia Neves: De certeza que esta noticia da capa é mentira o Ângelo Rodrigues tem namorada, ( Iva Domingues para os mais esquecidos jornalistas) o Ângelo não precisa que lhe inventem outra namorada.

Nelinha Azevedo: hoje a Iva postou uma foto de ambos na piscina antes de ela entrar no programa da TVI…cambada de mentirosos….uma revista sem escrúpulos….eu se fosse aos dois metia um processo….jornalistas de meia tigela….

Manuela Lopes: Tudo serve para chamar a atenção e vender…que tal terem mais respeito pela pessoa que faleceu em serviço e que se chama Ana Rita?
Realmente, é preciso ser totalmente desprovido de sentimentos para falar assim de uma pessoa…deviam era homenageá-la!!!

Mafalda Martins: Só de pensar que a TV Guia já ofereceu capas para meter nas nossas cassetes de vídeo, agora oferece-nos estas mentiras!

[divider]

Nunca digas desta água não beberei, sempre ouvi dizer. Neste site procuramos informar os leitores sobre as últimas da televisão, séries, cinema, videojogos. As revistas e jornais são a nossa principal fonte. Não sejamos hipócritas: sem eles o nosso trabalho seria bastante mais difícil. Agora, uma coisa é certa: aqui as mentiras dificilmente são publicadas e não é por isso que as nossas visitas descem. Os leitores mantém-se, mesmo que os escândalos não existam!

Pensem nisto.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados