Youtube

Desde o dia 9 de dezembro que os criadores de conteúdo para o Youtube têm vindo a receber queixas de copyright (direitos de autor) nos seus vídeos. A polémica baseia-se no novo sistema de deteção de conteúdo usado pelo site. Isto fez com que muitos youtubers viessem a público afirmar que muitos dos seus vídeos foram retirados do ar ou que as receitas de publicidade também deixaram de existir.

Os vídeos mais afetados são os dos chamados “Let’s Players” ou “Gameplayers” onde o responsável do canal vai jogando o videojogo ou mostrando excertos deste (pode incluir trailers ou cutscenes) e vai fazendo os seus próprios comentários por cima da imagem. Entre os afetados estão também reviewers, pessoas que dizem a sua opinião sobre determinado jogo, não o mostrando completamente. Pelo meio surgem também queixas contra as músicas utilizadas.

No centro da revolta está sobretudo a falta de esclarecimento por parte do Youtube. Em comunicado oficial apenas foi dito que “recentemente ativamos o Content ID para afiliados de grandes Networks. Isto resulta em novas queixas de copyright para alguns utilizadores. Os donos dos canais podem contestar estas queixas se acharem que são inválidas”. De certa forma o site tentou “limpar as mãos” dizendo que as empresas que publicam os videojogos é que estão a fazer queixas por infração de copyright. No entanto, grandes empresas como a Ubisoft, Capcom e Deep Silver já vieram a público afirmar que não fizeram tal coisa e que pretendem ajudar os gameplayers a resolver este problema, pois consideram esta uma ótima forma de divulgação do seu trabalho.

Entretanto, já diversos youtubers e jornalistas aconselham todos aqueles que produzem este tipo de conteúdo a evitarem colocar músicas nos seus vídeos, uma vez que as queixas vêm das empresas que detêm o direito dessas músicas e não de quem publica os videojogos.

Alguém está a sofrer este problema?

Outras Notícias