Uncategorized

Programa sobre a «cura da homossexualidade» causa polémica

christian_jessen_index_header

Está prestes a chegar à televisão britânica um programa que tem criado bastante polémica entre o público.

Com o objetivo de “curar a homossexualidade”, Cure Me, I’m Gay vai mostrar a vida do famoso médico Christian Jessen, publicamente assumido homossexual, que se vai sujeitar a uma série de tratamentos para conseguir “curar” a sua orientação.

O programa/documentário será exibido no canal Channel 4, e para garantir que nada é escondido, será ainda utilizado um mecanismo para medir os estímulos sexuais de Christian.

Claro que a ideia não foi bem aceite pela maioria do público. Peter Lloyd, em declarações ao Daily Mail, foi a primeira voz que se fez sentir sobre a controvérsia de Cure Me I’m Gay.

Conhecido por ser um  forte ativista dos direitos dos homens, Peter diz que o objetivo do programa até pode ser interessante, caso a mensagem principal do programa seja transmitir que a orientação sexual não é nenhuma doença, e que é em vão recorrer a estes tratamentos, pois a medicina não pode, nem deve, alterar a homossexualidade seja de quem for. Peter reforça ainda a sua opinião, dizendo que o que deve ser eliminado é a homofobia, e não a homossexualidade, pois a medicina tem casos mais sérios com que se preocupar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.