Televisão TVI

Análise «5º Canal»: O fenómeno «A Tua Cara Não Me É Estranha»

A Tua Cara Não Me É Estranha - TVI

Depois de 6 meses de árduo trabalho e dedicação e de 27 diretos onde foram apresentadas imitações inigualáveis, o programa A Tua Cara Não Me É Estranha chegou ao fim. Lançou muitos talentos e relembrou tantos outros, como é o caso de Romana e João Paulo Rodrigues, na primeira edição, e Micaela e Dora, na segunda temporada. Apesar disso, não se fica por aqui, uma vez que, foram muitos os cantores que passaram pelo palco da Venda do Pinheiro e ficaram marcados na memória dos portugueses. Depois três as edições realizadas, com diretos especiais pelo meio e, nem mesmo assim, o formato se desgastou. Com o passar das semanas eram mais os espetadores que se rendiam à qualidade do programa, que alcançou resultados audiométricos acima de todas as expectativas. Foi apenas vencido pelos jogos do Euro 2012.

A partir de agora, num exclusivo 5º Canal, vamos tentar perceber quais os motivos que fizeram deste o maior fenómeno televisivo do ano.

[divide style=”2″]

Os apresentadores

Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha

Eles são, certamente, um dos motivos para o sucesso do formato ou não fossem já considerados a melhor dupla de apresentadores do nosso país. Juntos criam momentos inesquecíveis, seja com o programa da manhã ou em horário nobre tendo já dado provas do seu valor. Manuel Luís Goucha é já um senhor da televisão com uma carreira de mais de vinte anos: passou por alguns dos mais emblemáticos programas da história mais recente do panorama audiovisual. Cristina Ferreira é a saloia da TVI e estreou-se nesta mesma estação, no Big Brother. Foi há 8 anos que chegou ao horário da manhã e lá se tem mantido, ao lado do seu companheiro de profissão, cada vez mais fortes e firmes. Cresceram lado a lado.

Ficaram desde janeiro deste ano com mais uma grande responsabilidade em mãos: assegurar e conduzir o formato das noites de domingo do quarto canal. A tarefa mostrou-se simples para quem a desempenha com naturalidade e profissionalismo. Mesmo em Você na TV!, que é líder de audiências, essas características são bem visíveis. As suas brincadeiras e piadas marcam a diferença em qualquer que seja a ocasião. A aventura de seis meses terminou ontem à noite e Manuel Luís Goucha diz que:

De nove galas passámos para 27 e o programa foi arrasador. Este foi um formato de puro divertimento para um serão familiar de domingo, num país onde a maior parte das pessoas está deprimida. A mais-valia deste programa é a diversão, um júri muito bom e concorrentes surpreendentes.

Desta forma, também os comunicadores estão de parabéns pelo excelente trabalho e dedicação que apresentaram à frente do programa de imitações desde a sua primeira gala. É de louvar!

 

[divide]

O Júri

José Carlos Pereira, António Sala, Alexandra Lencastre e Luís Jardim

Pautado pela irreverência, controvérsia, diversão e boa disposição, o júri desempenhou também um papel fulcral em todas as edições produzidas. Foram protagonistas de alguns dos mais divertidos momentos e foram parte indispensável ao longo de todo o percurso. António Sala, José Carlos Pereira, Alexandra Lencastre e o presidente Luís Jardim, choraram, riram, desesperaram e dançaram. Todos estes momentos ficaram, certamente, gravados na sua memória e na de todos os telespetadores que, domingo após domingo, acompanhavam as suas aventuras. O também produtor musical garantiu, ao longo de muitos diretos, ter ficado surpreendido com a existência de alguns cantores talentosos em Portugal que desconhecia, provando que somos pequenos em território, mas grandes em qualidade artística.

Com a aproximação do final e, apesar dos já seis meses de galas, Luís Jardim garantiu não estar cansado e estar pronto para mais uma marotana de diretos. José Carlos Pereira faz um balanço muito positivo do percurso feito pela grande aposta da TVI.

Estamos todos de parabéns: a produção, o júri e os concorrentes. Divertimo-nos imenso. As três horas de programa passavam a correr.

A atriz Alexandra Lencastre foi talvez das figuras mais destacadas devido à sua boa disposição natural. As intervenções eram marcadas pela sua habitual pesquisa sobre os cantores interpretados e ainda sobre os temas cantados. A interação entre ela e os concorrentes, apresentadores e colegas de mesa era memorável. Protagonizou, também ela, muitos momentos hilariantes. Foi um grupo que marcou o horário nobre e promete voltar, na íntegra, para novas aventuras televisivas.

[divide]

As Audiências

Qualquer programa em televisão funciona baseado nas audiências que alcança. Esta é a fonte de rendimento para qualquer formato e pode levá-lo à ruína ou ao estrelato, como aconteceu com A Tua Cara Não Me É Estranha. Um conjunto de fatores, que estamos agora a decifrar, contribuiram para que o programa da TVI se transformasse num arraso televisivo derrubando toda e qualquer concorrência. Semana após semana os apresentadores iam-se mostrando cada vez mais surpreendidos com o número de telespetadores que os acompanhavam ao domingo à noite. Nem mesmo Ídolos, o talent-show da SIC, conseguiu assustar o programa de imitações que ao longo destes seis meses apenas foi derrubado duas vezes, ambas pelos jogos do Euro 2012.

O Quinto Canal pôs mãos à obra e fez um levantamento dos resultados de todas as galas exibidas na TVI.

[tabs]
[tab title=”1ª Edição”]1ª Gala (22/1/2012) – 13,1% de rating e 43% de share -> Vencedor: João Paulo Rodrigues
2ª Gala (29/1/2012) – 15,7% de rating e 50,3% de share -> Vencedor: Romana
3ª Gala (5/2/2012) – 14,4% de rating e 45% de share -> Vencedor: João Paulo Rodrigues
4ª Gala (12/2/2012) – 16,9% de rating e 52,8% de share -> Vencedor: Paulo Vintém
5ª Gala (19/2/2012) – 17,3% de rating e 53,9% de share -> Vencedor: Romana
6ª Gala (26/2/2012) – 16,1% de rating e 51,2% de share -> Vencedor: Romana
7ª Gala (4/3/2012) – 19,4% de rating e 48,7% de share -> Vencedor: João Paulo Rodrigues
8ª Gala (11/3/2012) – 18,8% de rating e 50,1% de share -> Vencedor: João Paulo Rodrigues
9ª Gala (18/3/2012) – 19% de rating e 50,6% de share -> Vencedor: João Paulo Rodrigues
10ª Gala (25/3/2012) – 15,7% de rating e 41,8% de share -> Vencedor: Toy
11ª Gala: Final (1/4/2012) – 20,8% de rating e 50,3% de share -> Vencedor: João Paulo Rodrigues[/tab]
[tab title=”2ª Edição”]1ª Gala (8/4/2012) – 19,7% de rating e 50,3% de share -> Vencedor: Luciana Abreu
2ª Gala (15/4/2012) – 19,8% de rating e 47% de share -> Vencedor: Luciana Abreu
3ª Gala (22/4/2012) – 18,1% de rating e 46,9% de share -> Vencedor: FF
4ª Gala (29/4/2012) – 18,6% de rating e 47,2% de share -> Vencedor: FF
5ª Gala (6/5/2012) – 18,1% de rating e 46,7% de share -> Vencedor: FF
6ª Gala (13/5/2012) – 18,6% de rating e 46,7% de share -> Vencedor: FF
7ª Gala (20/5/2012) – 18,1% de rating e 41,2% de share -> Vencedor: Luciana Abreu
8ª Gala (27/5/2012) – 19,7% de rating e 46,9% de share -> Vencedor: FF
9ª Gala (3/6/2012) – 19,2% de rating e 45,5% de share -> Vencedor: FF
10ª Gala: Final (10/6/2012) – 22,5% de rating e 51,3% de share -> Vencedor: Luciana Abreu[/tab]
[tab title=”Galas Especiais”]1ª Gala especial (24/6/2012) – 13,4% de rating e 33,5% de share -> Vencedor: Paulo Vintém
2ª Gala especial: Finalíssima (1/7/2012) – 17,7% de rating e 41,7% de share -> Vencedor: FF[/tab]
[tab title=”3º Edição – Duetos”]1ª Gala (8/7/2012) – 18,6% de rating e 46% de share -> Vencedores: Luciana Abreu e Ricardo Soler
2ª Gala (15/7/2012) – 18,3% de rating e 44,1% de share -> Vencedores: Luciana Abreu e Ricardo Soler
3ª Gala (22/7/2012) – 16,4% de rating e 41,4% de share -> Vencedores: FF e Vanessa Silva
4ª Gala: Final (29/7/2012) – 17,2% de rating e 40,5% de share -> Vencedores: FF e Vanessa Silva [/tab]
[/tabs]

[divide]

Concorrentes de peso

Foram parte fundamental do programa, deram o verdadeiro brilho e brindaram o público com momentos únicos ao longo destas 27 semanas. Com ou sem talento, com mais ou menos popularidade, a verdade é que sempre nos apresentaram profissionalismo, diversão e muita vontade de cantar e representar. A Tua Cara Não Me É Estranha acabou por lançar carreiras, relembrar nomes sonantes da música e fazer aparecer um pouco mais alguns dos talentos escondidos ou pouco divulgados da música em Portugal.

Ao longo das 3 edições e das duas galas especiais, foram sempre eles os protagonistas que contribuíram para os os resultados que hoje conhecemos. Aconteceram imitações e interpretações inacreditáveis e que muita gente pensava que fossem impossíveis. Tudo isto graças aos grandes cantores e intérpretes que integraram a equipa. João Paulo Rodrigues, o humorista vencedor da primeira edição foi, talvez, o mais falado devido à sua veia naturalmente divertida e pelos dotes vocais que o fizeram subir na consideração dos portugueses. Depois da sua participação, trabalho não lhe faltou, tendo mesmo chegado à profissão de apresentador ao lado de Marisa Cruz, em Não Há Bela sem João.

Da segunda edição destacam-se principalmente Luciana Abreu, FF e José Raposo. Depois de ter alcançado o reconhecimento e o carinho do público, em Floribella, e de se ter ausentado do ecrã para se dedicar à família, Luciana Abreu decidiu aceitar o convite da Endemol/TVI e assim brindar o grande público com a sua potente voz. FF foi lançado em Morangos Com Açúcar e habituou-nos agora a imitações exemplares com uma adaptação vocal arrasadora. José Raposo é o ator que todos conhecemos e apresentou um profissionalismo invejável com a sua paixão pela música e representação a virem ao de cima.

Da edição de Duetos ressalva-se Vanessa Silva, Rui Andrade e Ricardo Soler que foram considerados já como as grandes vozes jovens do nosso país e isso foi comprovado com as galas do A Tua Cara Não Me É Estranha em que participaram.

Mas quem foram afinal os concorrentes? Ora veja…

[tabs]
[tab title=”1ª Edição”]1º Lugar: João Paulo Rodrigues
2º Lugar: Romana
3º Lugar: Daniela Pimenta
4º Lugar: Toy
5º Lugar: Mico da Câmara Pereira
6º Lugar: Maria João Abreu
7º Lugar: Paulo Vintém
8º Lugar: Sónia Brazão[/tab]
[tab title=”2ª Edição”]1º Lugar: Luciana Abreu
2º Lugar: FF
3º Lugar: José Raposo
4º Lugar: Manuel Melo
5º Lugar: Dora
6º Lugar: Micaela
7º Lugar: Sílvia Rizzo
8º Lugar: Merche Romero[/tab]
[tab title=”3ª Edição – Duetos”]1º Lugar: FF e Vanessa
2º Lugar: Luciana Abreu e Ricardo Soler
3º Lugar: Dora e Rui Andrade
4º Lugar: Mico da Câmara Pereira e Gabriela Barros
5º Lugar: Daniela Pimenta e Edmundo Vieira
6º Lugar: Maria João Abreu e Heitor Lourenço[/tab]
[/tabs]

[divide]

Equipa de caracterização

Sérgio Alxeredo, caracterizador de «A Tua Cara Não Me É Estranha»

Tudo aquilo que o espetador viu ao domingo à noite, durante seis meses, era fruto de um trabalho magnifico de bastidores, e é lá que mora a magia e a verdadeira essência do programa: a transformação e a imitação. Para isso é preciso uma equipa que se dedique com garra aos figurinos que serão interpretados na gala seguinte. Existe um verdadeiro trabalho de equipa que passa pela maquilhagem, cabeleireiros, caracterização e guarda-roupa, contribuindo todos para o sucesso de A Tua Cara Não Me É Estranha. Foram muitas as homenagens já feitas pelos concorrentes a Sérgio Alxeredo, o «dono» da equipa que é responsável pela transformação dos participantes e que se veio a mostrar um verdadeiro artista. Prova de que o talento mora também atrás do palco.

Tranformar homens em mulheres ou vice versa é uma das maiores tarefas de Sérgio Alxeredo, que disse, há tempos, a uma publicação o seguinte:

Quando me dizem que o José Raposo vai ser a Ágata, tremo, ou no caso da Dora quando foi James Brown… Não basta pintar de preto e pôr uma peruca porreira. Para ficar perfeito, tínhamos de trabalhar sete dias só para este programa e não é possível.

É de realçar ainda o desempenho de CC, professor e coordenador musical, Luís Jardim e o coreógrafo Paulo Jesus. Todas as semanas são estes os responsáveis pelo desempenho vocal e corporal em palco para que a interpretação se torne completa.

[divide]

Para o ano há mais…

São todos estes os motivos que levaram o formato da TVI à liderança, um todo que trabalhou ao longo de seis meses para atingir um elevado grau de qualidade performativa. Será que conseguiu? O resultado está à vista. O sucesso surgiu por si, baseado no conteúdo do concurso e de todas as pessoas que o constituíram. O público aderiu em força à chamada de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira e aceitou a sua companhia mostrando uma verdadeira satisfação.  Segundo notícias que já vieram a público, depois da terceira edição da Casa dos Segredos, o formato pode mesmo voltar à grelha da TVI. O descanso é assim «sol de pouca dura» e logo no inicio do próximo ano espera-se uma quarta edição deste que pode ser considerado o programa revelação no entretenimento. Assim, assistimos agora ao descanso dos guerreiros para que em 2013 tudo regresse pronto e firme para uma liderança sólida, tal como aconteceu nos últimos meses. Está então terminado um ciclo de galas que surpreendeu em todos os motivos.

Terminamos com uma colectânea dos melhores momentos deste que foi o «seu programa de domingo à noite»:

[divide style=”2″]

Obrigado!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados