SIC Televisão

Júlio César considera que vitória de «Dancin’ Days» não deixa «a TVI muito contente»

A TVI tem, há anos, uma produção de novelas portugueses de grande sucesso. A ficção de marca nacional adquiriu assim um outro poder no mercado português e o público aderiu em massa aos sucessivos enredos criados e falados tendo como língua base o português de Portugal. Por sua vez, a SIC habituou o seu espetador a novelas brasileiras esquecendo um pouco as capacidades lusas. Agora, mais do que nunca, essa posição está adquirir um outro poder.

A liderança da estação de Queluz de Baixo encontra-se cada vez mais ameaçada pela aposta de Carnaxide na ficção nacional de qualidade. Dancin’ Days é uma das mais recentes apostas do canal e tem conseguido impor-se em audiências. Os resultados são cada vez mais promissores nos últimos dias, tem mesmo vencido Louco Amor, a novela da concorrência que parecia qual invencível. Ao Diário de Notícias, Júlio César, ator da nova produção da SIC, reagiu já aos números mostrando-se satisfeito pela conquista e não deixou de lado o sentimento da TVI numa hora de ameaça:

Acho que a TVI não deve estar muito contente. Nós andamos a morder a TVI e isso é bom para a SIC. E também para os atores que estão na novela é importante saber que estão numa equipa vencedora, que andam a mordiscar um canal que tem uma grande tradição de ficção.

Lamenta ainda que a SIC tenha começado esta aposta um pouco tarde demais: «Descobriram, quanto a mim tarde, que valia a pena apostar na ficção portuguesa porque os espetadores gostam de ouvir falar português em Portugal e gostam dos atores portugueses», afirma. A ficção em Portugal mostra-se assim cada vez mais competitiva, com atores talentosos que se mostram cada vez mais lá fora. De realçar, estão ainda os prémios internacionais ganhos por novelas portuguesas.

Podemos já equipar-nos, em qualidade, à ficção brasileira?

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:
fb-share-icon6773
Tweet 494

Artigos Relacionados