SIC Televisão

Inês Herédia: «Estou a trabalhar para o primeiro lugar [no “Ídolos”]»

É uma das concorrentes mais populares da quinta temporada do Ídolos. Desde que se estreou no concurso da SIC, poucos foram os que lhe ficaram indiferentes e, por esse motivo, Inês Herédia quer continuar a ser original nos temas que interpreta. «Há pouca coisa intocável – há Beatles, Pink Floyd, Bee Gees. São coisas em que tem de se ter muito cuidado, não se podem mudar muito e o que se muda tem de ser muito bem pensado. Eu mudo sempre qualquer coisa, acho que é um desplante cantar a música tal e qual. Isto é um programa de intérpretes e temos de cantar as músicas à nossa maneira», explicou á Mariana desta semana.

A jovem que já participou num musical de Filipe Lá Féria adiantou ainda que estando neste concurso de talentos, tenciona vencê-lo e rumar até Londres: «Não gosto de ser morna nas coisas. Ou faço mal, ou faço o melhor que consigo. Se o melhor que consigo não for suficiente para as pessoas, vou ficar triste, claro. Estou a trabalhar para o primeiro lugar, como acho que estamos todos.»

Apesar de demonstrar confiança quando sobe ao palco do Ídolos, a verdade é que nesse preciso momento sente uma mistura de adrenalina e nervos. «Eu, pelo menos, nunca estou confiante, estou sempre numa crise antes da gala. Depois de entrar no palco já não tenho medo! Antes do júri começar é a segunda parte em que eu tenho medo. Eles têm mesmo aquela Poker Face: a pessoa não sabe o que vai sair dali», confessou.

No próximo domingo a gala do concurso da estação de Carnaxide vai centrar-se em músicas que marcaram o cinema.

Irá Inês surpreender?

Outras Notícias