Série «O Atentado» reforça catálogo da HBO Max

Após ser emitida primeiramente na RTP, a série portuguesa O Atentado chega agora a todo o mundo, através da HBO Max.


Verão de 1937. O Estado Novo atingiu o apogeu e Salazar governa em Ditadura. Agostinho Lourenço, chefe máximo da Polícia de Vigilância e Defesa do Estado, construiu a principal arma para perpetuar o poder do Ditador. A continuada repressão levou à criação do campo do Tarrafal, em Cabo Verde, onde estão exilados os principais dirigentes da oposição. É neste contexto que é desferido um portentoso ataque à bomba contra Salazar. Mas um erro de cálculo, na colocação da bomba, frustrou o atentado contra o presidente do Conselho. A explosão foi violenta, mas não chegou, sequer, a feri-lo. As coisas não correram bem, o que despoletou uma caça ao homem. Mas afinal quem foram os responsáveis?

Realizada por Jorge Paixão da Costa, esta série, que conta a história do atentado ocorrido em 1937 contra Oliveira Salazar, escrita por Francisco Moita Flores, é protagonizada por António Pedro Cerdeira, Anabela Moreira, Miguel Damião, Laura Dutra, Gonçalo Botelho, Filipa Cardoso, Pedro Lacerda, José Pedro Vasconcelos, Tiago Aldeia, Tomás Alves, Filomena Gonçalves, entre outros. A estreia na HBO Max está marcada para o próximo dia 25 de abril, Dia da Liberdade em Portugal.

A informação mais substancial foi recolhida do Processo-Crime onde se investigou o ataque à bomba contra Oliveira Salazar e que revela as voltas e reviravoltas da investigação contaminada pelo ódio político. A maioria das personagens são reais. Outras nem tanto. Nasceram da dramatização ficcional e para encadear os factos.


André Kanas

http://www.facebook.com/andrekanas

Diretor e Gestor de conteúdos e redes sociais do QC | Responsável pelas coberturas musicais e televisivas do QC | Integrou o QC em 2013, estando integrado no mundos dos blogues e sites de entretenimento desde 2007.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.