Televisão

Principais grupos de rádio contestam medidas da Ministra da Cultura

O Grupo Renascença Multimédia e o Grupo Media Capital Rádios contestaram, em carta aberta, as medidas comunicadas pela Ministra da Cultura, que alteram as quotas de difusão de música portuguesa.


Na carta aberta enviada à comunicação social, os dois grupos explicam porque razão se opõem às as medidas agora anunciadas e esclarecem que o processo que conduziu às decisões não foi de diálogo, mas de imposição, deixando assim as diversas rádios nacionais, de onde se destacam a Rádio Comercial, RFM, Renascença, M80 e RFM, entre outros, com uma posição defensiva.

Os dois grupos manifestam solidariedade e preocupação com as condições económicas atuais que afetam autores, compositores e artistas, mas sublinham que estas medidas não irão resolver tais problemas, antes agravarão a já muito difícil situação das rádios portuguesas.


Outras Notícias