Odisseia estreia o documentário «Joe Biden: O Vencedor»

CHARLOTTE, NC – SEPTEMBER 06: Democratic vice presidential candidate, U.S. Vice President Joe Biden walks on stage during the final day of the Democratic National Convention at Time Warner Cable Arena on September 6, 2012 in Charlotte, North Carolina. The DNC, which concludes today, nominated U.S. President Barack Obama as the Democratic presidential candidate. (Photo by Chip Somodevilla/Getty Images)

Joe Biden: O Vencedor é a produção mais recente e completa sobre o veterano político que após uma feroz batalha com Trump nas eleições presidenciais, enfrenta, aos 78 anos, o desafio mais importante da sua carreira: a presidência dos Estados Unidos.


Este documentário, que tem estreia marcada para o dia 18 de janeiro no canal Odisseia, pode ser também revisto no dia em que o novo presidente toma posse, a 20 de janeiro. Joe Biden tornou-se um dos políticos mais experientes, resilientes e influentes dos Estados Unidos. Nascido no seio de uma família de classe operária da Pensilvânia, Biden conseguiu superar a sua gaguez, recitando poesia, jogou futebol americano, e foi duas vezes chefe de turma na escola.

No primeiro ano de universidade, conheceu a sua futura esposa, Neilia Hunter. Depois de se formar em Direito, em 1968, Joe mudou-se para o Delaware, para começar a sua carreira exercendo direito num escritório de advogados, altura em que se tornou um membro ativo do Partido Democrata.

Aos 29 anos, tornou-se o quinto senador mais jovem da História dos Estados Unidos. Durante as suas seis legislaturas no Senado, Biden granjeou o respeito, como um dos principais peritos em política externa, defendeu a promoção da estabilidade e da paz nos Balcãs, advogou a limitação de armas estratégicas com a União Soviética, fez a aproximação da OTAN às nações do antigo bloco soviético, opôs-se à primeira guerra do Golfo e tomou posição contra o opressivo regime do apartheid, na África do Sul.

Entre 2009 e 2017, foi vice-presidente, durante os dois mandatos de Barack Obama, e conseguiu elaborar leis de grande abrangência, relacionadas com o orçamento, a delinquência, a violência contra a mulher e as deduções fiscais. A margem da carreira política, a sua vida pessoal tem estado marcada por tragédias: a primeira esposa e filha morreram num acidente de automóvel, em 1972, teve de ser submetido a uma cirurgia ao cérebro, em 1988, e o filho mais velho morreu de um cancro no cérebro, em 2015.

Com 78 anos, e após uma feroz guerra com Donald Trump, durante as eleições presidenciais, Joe Biden tornou-se o candidato presidencial mais votado da História. Entre os seus objetivos imediatos está reverter algumas das políticas mais controversas de Trump, incluindo as relacionadas com a mudança climática, uma aproximação aos aliados dos Estados Unidos e formar a equipa de governo mais variada que o país tenha visto, com Kamala Harris como vice-presidente e Janet Yellen, como Secretária do Tesouro, as primeiras mulheres da História a conseguirem esses cargos.


André Kanas

http://www.facebook.com/andrekanas

Diretor e Gestor de conteúdos e redes sociais do QC | Responsável pelas coberturas musicais e televisivas do QC | Integrou o QC em 2013, estando integrado no mundos dos blogues e sites de entretenimento desde 2007.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.