Em Foco Rubricas

Em Foco: «I Love It» – a mesma fórmula, piores resultados

em foco 2

Precipitação. Depois dos bons resultados das novelas brasileiras da estação de Carnaxide, a TVI não aguentou a pressão de não vencer num horário tão importante como o das 19h00 e decidiu estrear um novo formato nos seus finais de tarde, mudando o horário e dia de exibição de Doida por Ti. Ora, daqui só poderão surgir críticas depreciativas sobre esta decisão do canal da Media Capital.

A direção de programas voltou a errar ao colocar os interesses das audiências sobre o respeito pelos telespetadores. Já aconteceu isso muitas vezes, não só na TVI, como na SIC ou na RTP1. Os canais são comerciais e é com base nos valores que têm de tomar as suas decisões. O Em Foco de hoje não vai analisar obviamente os vários exemplos da história da televisão nacional nos quais esta situação foi verificada. Pelo contrário.

Na rubrica deste domingo o destaque vai para I Love It que, mesmo com tanta promoção, não conseguiu levar a TVI à liderança no horário das 19h00. A aposta neste produto foi grande, visível e talvez exagerada (recorde-se que a protagonista foi entrevistada por José Alberto Carvalho no noticiário principal da estação).

Mia Rose foi a estrela escolhida para dar o rosto a esta história que, curiosamente, também foi transmitida logo após o Jornal das 8. A estratégia da TVI acabou por sair furada. Para além de a SIC continuar à frente nas tardes da generalista, Dancin’ Days não deu qualquer tipo de hipóteses à novela juvenil quando exibida em horário nobre. Vejamos: nesta sexta feira I Love It atingiu 9% de rating e 19,6% de share, enquanto a novela da SIC registou 18,1% de audiência média e 39,2% de share.

i love it

Por mais realista que seja I Love It, este foi o lugar ocupado durante dez anos por Morangos com Açúcar. Foi igualmente a aposta da TVI durante uma década, nos quais foram abordados, explorados e repetidos os mais diversos temas. Personagens que participaram em mais do que uma temporada, pares românticos cuja química era invisível, atores sem qualquer tipo de vocação para estar num projeto de tal importância, entre outros motivos, acabaram por ditar o término dos famosos Morangos.

Neste I Love It, as diferenças não são assim tão evidentes. É verdade que há novos assuntos que podem ser explorados e novas perspetivas a serem abordadas pelas personagens mas, infelizmente, a fórmula continua exatamente a mesma. E enquanto essa realidade não mudar, a TVI não irá sair do ponto de partida.

O que poderemos desejar quando vamos apostar num produto semelhante a outro já transmitido no passado no mesmo horário? Santos da casa não fazem milagres, já diziam os meus avós!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados