Audiência Média Audiências Rubricas

Audiência Média (41): Final de «Gabriela» dá fôlego à SIC

Audiencia media cópia

Aqui está mais uma Audiência Média! Já está pronta a quadragésima primeira edição da sua rubrica habitual que lhe dá a conhecer os principais destaques da semana no que toca aos resultados audiométricos. Sem mais demoras, apresento aqueles que vão ser o temas centrais de hoje: o último episódio de Gabriela ultrapassou todas as barreiras e alcançou um novo recorde de audiências e ficou já consagrada como a audiência mais elevada deste último ano, apesar de estar ainda no inicio. Não Há Bela sem João, o programa dos sábados à tarde da TVI, ficou este fim de semana entre os programas mais vistos com uma audiência média que ultrapassou o milhão de telespetadores. Um fenómeno que parece continuar a cativar a atenção dos portugueses em detrimento de O Formigueiro.

[divide style=”2″]

gabriela

Chegou ao fim no passado dia 20 de janeiro o remake de Gabriela, na SIC. Estreou em setembro de 2012 nos ecrãs nacionais e as boas audiências fizeram-se sentir logo no primeiro episódio. Com o desenrolar da história os resultados foram também sofrendo algumas oscilações sendo que o aproximar do final da trama fez aumentar consideravelmente os números. Na última semana de transmissões Gabriela alcançou recordes sucessivos de audiência, mas nada fazia prever um tão bom desempenho no último capítulo.

A SIC teve vários motivos para sorrir. Na noite de domingo, um dos horários mais renhidos e disputados da televisão portuguesa, a estação de Carnaxide venceu o dia com uma curta margem. O derradeiro e esperado capítulo do remake protagonizado por Juliana Paes conquistou um novo pico de audiências ao ultrapassar a barreira dos dois milhões de telespetadores. Ficou, por isso, com 22,4% de rating e e 40,9% de share muito acima dos 16,2% de audiência média e 36% de quota média de mercado alcançados pela gala da Casa dos Segredos – Desafio Final. Um folgo dado à SIC e necessário para a concretização dos objetivos traçados pela estação para este novo ano. A ficção continuará a ser um dos pontos principais do investimento, como têm vindo a garantir alguns dos nomes fortes ligados ao terceiro canal de televisão.

De realçar que a TVI continua a lutar pela vitória que foi sua durante quase uma década. Um ano que promete ter ainda muito para dizer no que toca a audiências.

[divide]

Não Há Bela Sem João

Não Há Bela sem João é o programa de sábado à tarde da TVI e conta com a apresentação de Marisa Cruz e João Paulo Rodrigues. Estreou no inicio do verão do ano passado e conta já com um longo leque de vitória no que a audiências diz respeito. Apesar de uma pausa nas emissões no final do verão, o formato regressou à antena a todo o gás e nem as apostas da concorrência parecem demove-lo.

Há quem o critique e até mesmo quem o apelide de «lixo televisivo», mas o que é certo é que os portugueses contam com a sua companhia nas tardes de sábado. A SIC lançou O Formigueiro para fazer frente ao formato, mas sem sucesso. No passado sábado, dia 26, o programa alcançou uma das suas melhores audiências, isto é, cerca de 11,4% de rating e 30,2% de share tendo ficado na quarta posição dos mais vistos do dia.

À mesma hora o formato de Marco Horácio ficou-se pelos 6,2% de audiência média e 17,4% de quota média de mercado. As alternativas surgem, mas a comodidade do telespetador parece manter-se na mesma. O horário, até ver, continua nas mãos da TVI.

[divide]

Audiência de Ouro 

1,5% de rating e 22,9% de share – Bom Dia Portugal – RTP – 24/01/2013

[divide style=”2″]

Até para a semana!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados