Música

Especial Quinto Canal: MEO Arena completamente rendido a Adele

Com dois concertos esgotados desde o ano passado Adele foi a estrela deste fim-de-semana em Portugal, arrasando por completo. O Quinto Canal esteve presente e conta-lhe todos os pormenores.

Após longos anos de espera Portugal finalmente teve o privilégio de receber no seu território uma das artistas do momento. Adele, que já desde dezembro do ano passado tinha os seus dois concertos no MEO Arena completamente esgotados, não desiludiu e arrasou em ambos os dias. O Quinto Canal não esteve presente na atuação deste sábado, mas conta-lhe os melhores momentos do de domingo, que serviu para encerrar a sua curta passagem pelo nosso país.

Com uma tarde que mais parecia de verão, o público foi-se juntando às portas do MEO Arena, aproveitando sempre que possível as poucas sombras em redor da sala de espetáculos. A agradável surpresa surgiu logo por volta das 18H15, quando as portas abriram antes do tempo previsto e os fãs conseguiram assim logo um lugar mais confortável dentro da arena. Com o tempo a passar num ápice, poucos minutos passavam das 20 horas quando os presentes ouviram o tão aguardado Hello. Completamente em êxtase o público vibrou e não parou de cantar do início ao fim, com a cantora já em palco a mostrar também toda a sua energia.

Seguindo-se no alinhamento Hometown Glory, a cantora foi transmitindo em pano de fundo algumas imagens de Lisboa, aproveitando no fim para dirigir as primeiras palavras ao seus fãs. Elogiando inicialmente a comida típica portuguesa e afirmando ser a sua primeira passagem por terras lusas, a cantora lança o desafio à plateia para serem melhor que o público da noite anterior, que foi (diz ela) o melhor que teve desde sempre na sua carreira de dez anos.

Se as atuações foram magníficas, o seu contacto com o público também não ficou nada atrás. Sempre bem disposta e com um sorriso na cara, Adele interagiu bastante com o público, com a presença de alguns fãs em palco onde houve tempo para a famosa selfie, enormes gargalhadas, muitas piadas, mas acima de tudo sempre com um ar bastante natural, o que hoje em dia é raro em muitos artistas. Houve ainda tempo para desejar Bom Natal e Feliz Aniversário, mediante a altura em que cada um dos presentes recebeu o bilhete para o seu concerto.

E se o público cantou em uníssono os seus maiores êxitos, também nas músicas menos conhecidas as vozes dos presentes também se fizeram sentir, conseguindo desta vez deixar Adele com a lágrima no canto do olho já na reta final com as performances de All I Ask e When We Were Young. Mas pelo meio ainda houve outros momentos marcantes, como o mar de luzes em Make You Feel My Love ou a tão aguardada chuva em Set Fire To The Rain.

Para o grande final ficou guardado o aclamado Rolling In The Deep, música com a qual Adele se despediu do público do MEO Arena e de Portugal, acompanhada de uma chuva de confettis bem especial e diferente do habitual. E porquê diferente? Porque os tradicionais papéis brilhantes foram substituídos por pedaços de letras das suas músicas. Uma recordação diferente e original para quem esteve presente mais tarde recordar.

A grande verdade é que se existiam dúvida sobre a o talento, a genuinidade e humildade de Adele, as mesmas foram todas esclarecidas por quem esteve presente. A voz da cantora esteve perfeita ao longo de todo o concerto, dando a prova e a razão dos seus discos estarem ao longo de vários meses no topo das tabelas, além dos concertos completamente esgotados. E quanto ao público? Sem dúvida que uma vez mostramos que somos o melhor público de sempre.

Quem não teve a oportunidade de estar presente agora só daqui a cinco anos, pelo menos. Contudo, pode sempre recordar os nossos vídeos e fotos tanto no Facebook como no Instagram.

          Leia também: Adele ficará afastada da música após tournée mundial

 

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados