Música

Datas de «Desconcerto» adiadas devido ao Coronavírus

De acordo com as recomendações da Direcção-Geral de Saúde em relação ao novo Coronavirus, cinco datas do Desconcerto, com António Zambujo, César Mourão, Luísa Sobral e Miguel Araújo, em Lisboa, foram adiadas.

Os espectáculos no Coliseu dos Recreios, originalmente marcados para os dias 3, 4, 5, 6 e 7 de abril estão agora agendados, respectivamente, para os dias 1, 2, 3, 4 e 5 de setembro. Os bilhetes adquiridos para as datas originais permanecem válidos para as datas correspondentes. Os portadores de bilhete podem solicitar a sua devolução, a partir de 23 de março e até ao dia 1 de junho, no ponto de venda onde efetuaram a compra. Depois de duas noites esgotadas no Porto, a 2 e 3 de março, as três datas agendadas para maio nos dias 25, 26 e 27 permanecem com os últimos bilhetes à venda.


Leia também: Eurovisão 2021 terá novos participantes, Elisa e Marta Carvalho já reagiram à decisão

O espetáculo original que António Zambujo, César Mourão, Luísa Sobral e Miguel Araújo estrearam em 2018, esgotou 5 noites entre Lisboa e Porto, no Teatro Tivoli BBVA e no Sá da Bandeira. Dois anos depois regressam aos palcos, quando voltou a ser possível conciliar as agendas de todos. Consta que os quatro também têm saudades de improvisar letras e músicas ao vivo, naquele que poderá ser o concerto mais non-sense e divertido a que o público irá assistir. O improviso é a palavra de ordem nos diálogos de César Mourão com pessoas do público escolhidas ao acaso, nas letras criadas no momento por Luísa Sobral e Miguel Araújo, ou na parte em que António Zambujo canta com a máxima dignidade a poesia possível criada no momento.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:
fb-share-icon6773
Tweet 494

Artigos Relacionados