Geral

«The Color Run»: Tudo o que precisa de saber para participar no evento

Este fim-de-semana a cor e a animação estão de regresso às ruas de Coimbra com mais uma edição da The Color Run. O Quinto Canal vai uma vez mais marcar presença e conta-lhe tudo o que precisa de saber para participar neste evento e aproveitar ao máximo.

Com o lema de serem os 5 km mais divertidos do planeta, a The Color Run está de regresso para o seu quarto ano em terras lusas com uma nova temática. Após ter apostado no brilho juntamente com a cor na Shine Tour em 2015, é a vez de a Tropicolor Tour contagiar Portugal com arranque oficial marcado para este domingo, 24 de Abril, uma vez mais em Coimbra, onde os ritmos tropicais prometem aquecer a tarde.

Se ao longo destes três anos nunca participou nesta iniciativa que já percorreu várias cidades portuguesas, aproveite para o fazer este ano e acredite que não se vai arrepender. Não se deixe assustar por ser uma “corrida” de 5 km pois o evento é tudo menos uma corrida, mas sim uma caminhada entre amigos onde a música e a cor são uma constante, e que quando der por si já está a cortar a meta.

Contudo, e mesmo sendo divertido, existem especialmente dois conselhos a seguir (e vividos na primeira pessoa) para que possa tirar o máximo proveito do evento:

[attention]

Levar vestuário antigo: mesmo com o pó a sair da roupa na lavagem, nunca sairá todo na totalidade;
Uso de máscara/óculos: mesmo não sendo alérgico, devido à brutal quantidade de pó que é libertado ao longo da corrida, se sofrer algum tipo de mal-estar respiratório é imperativo o uso de uma máscara [/attention]

[information]À medida que os participantes completam os sucessivos quilómetros, entram nas Zonas de Cor – as Color Zones – onde são pulverizados de cor. O maior banho de cor é reservado para o final, e logo depois os participantes são convidados a comparar pinturas e a permanecer em animado convívio, com comida, muita cor e grande animação! Todos os produtos utilizados ao longo do percurso são 100% naturais e seguros –a tinta em pó atirada aos participantes é constituída, essencialmente, por amido de milho, não representando qualquer perigo.[/information]

[youtube id=”9sGDveGr7Ng” width=”620″ height=”360″]

Artigos Relacionados