Geral

«Pepsi» ofende Portugal em campanha publicitária: Quais são os limites da publicidade?

pepsi

Foi no decorrer desta terça feira que a famosa marca de bebidas Pepsi, através da sua sede na Suécia,  decidiu atacar a selecção portuguesa através de uma ofensiva campanha publicitária.

O motivo de tal publicidade deveu-se ao facto de Portugal defrontar a Suécia no jogo da segunda mão do Play-Off, que garantia a passagem do vencedor do jogo ao Mundial de Futebol, que acontece no Brasil no próximo ano.

A marca, que tem o jogador Messi como um dos seus rostos publicitários, publicou uma imagem minutos antes do jogo começar, mostrando um boneco vestido com as cores nacionais, amarrado numa linha de comboio, e com o Nº 7 estampado, sendo este o número de Cristiano Ronaldo.

A imagem é acompanhada, em sueco, pelo slogan: Vamos passar por cima de Portugal!

Mas esta não foi a única ofensa dirigida a Portugal. Durante o dia outra duas imagens surgiram com o mesmo boneco, uma com a cabeça esmagada por uma lata de Pepsi, e outra com o figurino espetado com agulhas de voodoo.

pepsi 2

Foram milhares os fãs que mostraram o desagrado perante a marca, o que levou a sede portuguesa da Pepsi a emitir um comunicado no seu Facebook:

O futebol é conhecido pela paixão que inspira, e a competição está a ficar mais intensa. A equipa sueca infelizmente foi mais longe do que devia. Nunca quisemos dar ao desporto ou ao espírito de competição uma conotação negativa. Pedimos desculpa a todos aqueles que se sentiram ofendidos pelos posts – estes foram imediatamente retirados. Queremos igualmente dirigir as nossas mais sinceras e profundas desculpas ao Cristiano Ronaldo e à Seleção Portuguesa de Futebol.

Portugal não podia ter respondido da melhor maneira a tais provocações, com uma vitória frente à Suécia, com três golos marcados pelo capitão Cristiano Ronaldo, garantido a passagem da selecção nacional ao Mundial de Futebol.

Sem dúvida que vivemos numa época de muita competição e concorrência, em que todas as marcas se tentam sobressair da melhor maneira, de forma a vender os seus produtos. Mas não podemos deixar de perguntar: quais são os limites da publicidade?

 

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados