Geral Televisão

Manuela Moura Guedes e José Sócrates: críticas sem fim à vista

Manuela Moura Guedes

Ele sentia-se ameaçado por ela quando o Jornal Nacional de 6ª ia para o ar; ela passou a viver com receio e alguma ansiedade quando percebeu que este é um mundo de influências e corrupção. Depois de tantas críticas, processos e opiniões, a verdade é que Manuela Moura Guedes vai trabalhar para o canal onde o antigo primeiro ministro português faz comentários num programa com a jornalista Cristina Esteves.

À Notícias TV, Manuela Moura Guedes confessou sentir-se descansada caso o encontre nos corredores da RTP. «[Se me encontrar com ele, não acontece] nada. Rigorosamente nada. Cruzo-me com imensa gente, sou civilizada. Porque é que toda a gente pergunta sobre José Sócrates? [Ele] foi uma das muitas pessoas que foram objeto de notícia e de investigação. Ele sentiu-se muito mais do que as outras pessoas. Ele, sim, fez uma perseguição e notou-se, foram quando anos até agora. Não voltei à Informação», confessou.

Sem papas na língua, a mulher de José Eduardo Moniz culpabilizou ainda José Sócrates por ter estado no desempregado durante esse período e de o seu nome ter sido vetado sempre que existia a possibilidade de agarrar um novo desafio: «Claro que estou no desemprego por causa de José Sócrates. Tenho a certeza. Começou no congresso do PS e saí do jornal por causa dele.»

É já a 23 de setembro que a jornalista regressa aos ecrãs nacionais, agora no papel de apresentadora de Quem Quer ser Milionário.

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: