Memórias da TV Rubricas

Memórias da TV: Os bonecos do «Contra Informação»

Tendo sido um fenómeno durante vários anos, esta semana recordamos nas Memórias da TV o inesquecível magazine Contra Informação.

Vistos por muitos como a oportunidade ideal para se poder criticar o estado do país, com muito humor e sarcasmo à mistura, o Contra Informação foi um programa de referência da RTP. Recorda-se?

[youtube id=”mx7SKN3IZqw” width=”620″ height=”360″]

Apesar de o formato ter chegado a Portugal pela mão da SIC na época com o nome de Cara Chapada, o mesmo foi o fracasso e semanas após a estreia foi logo cancelado. Com a RTP a piscar o olho ao programa, foi em 1996 que a estação pública estreou o Contra Informação, e por aí se manteve ao longo de 15 anos de exibição, tornando-se no maior programa de entretenimento de sátira política e não só que se encontrava em exibição em Portugal.

Praticamente nenhuma figura polícia de renome passou ao lado do Contra Informação, que consistia nada mais nada menos que num programa feito por marionetas, inspiradas em várias personalidades famosas do nosso país. A sua duração rondava sempre os 5 a 20 minutos de exibição, e contou ao longo os seus 15 anos com diversos dias e horários de transmissão, mas quase sempre em horário nobre.

         Leia também: Memórias da TV: Os altos e baixos de «Não Há Bela Sem João»

Em novembro de 2010, sendo alvo da reestruturação que estava a acontecer na RTP, o Contra Informação não foi renovado para uma nova temporada, tendo chegado ao fim nesse mesmo ano. Mais tarde, em 2013, curiosamente a SIC voltou a recuperar o magazine, dando-lhe o nome de Contra Poder, para ser exibido na SIC Notícias e SIC Radical, mas a sua duração não foi além dos 7 meses em antena, transmitido entre março e outubro desse ano.

[youtube id=”poWJ04PjSgc” width=”620″ height=”360″]

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados