Segunda-feira, 24 de Abril de 2017
Quinto Canal

Inside Gaming: «Super Meat Boy»: O jogo indicado para quem quer relaxar

 Quem me acusar de falta de dedicação a esta rúbrica está a mentir. E porquê? Bem, só para verem o quanto me dedico, esta semana decidi novamente colocar os meus nervos à flor da pele e voltar a jogar Super Meat Boy para vos poder falar dele. Se isto não é dedicação não sei o que será. Caso não conheçam este jogo e se perguntem do que é que eu estou para aqui a falar, para começar só tenho uma coisa para vos dizer: é irritante e frustrante como tudo e já parti o teclado e #$&$%@@#$ !!

Super Meat Boy é um videojogo indie (cada vez me rendo mais e mais a esta categoria na qual se encontram verdadeiras pérolas) onde damos vida a um cubo de carne que parte numa aventura para salvar a sua namorada. Namorada, esta, feita de pensos rápidos… Até nos videojogos vemos que toda a gente tem alguém que nos complementa! Mariquices à parte, a nossa missão é salvá-la das garras de um feto maléfico mas extremamente bem vestido, com um belo smoking.

super meat boy

Nesta nossa demanda, temos de saltar por cima de serras elétricas, agulhas, locais em desmoronamento, efetuar saltos aparentemente impossíveis e toda uma panóplia de situações que NÃO conseguimos à primeira. E o que acontece quando não conseguimos perguntam vocês. A Sílvia (sou eu, Olá!) responde: sangue por todo o lado e o vosso belo personagem novamente no inicio do nível. Este videojogo traz a nostalgia da dificuldade dos jogos retro onde os saltos pelas plataformas tinham de ser precisos e rápidos.

Ao longo de 300 agoniantes níveis, entre os quais bosses não faltam, o nosso Super Meat Boy faz-nos praguejar, esmurrar e insultar de todas as formas os geniais criadores deste jogo. Edmund McMillen é uma das mentes por trás deste projeto e é também o criador do ainda mais genial The Binding of Isaac – que já foi analisado aqui neste humilde espaço. Aliás, entre os dois jogos encontram-se imensas referências a um e outro e mesmo a outros títulos de McMillen.

Uma vez que Super Meat Boy foi baseado no videojogo flash Meat Boy, deixo-vos aqui com o link para o experimentarem no browser e terem um gostinho do que estou a falar 😀

PARTILHAR

SOBRE O AUTOR

Licenciada em Educação e Comunicação Multimédia na Escola Superior de Educação de Santarém. Viciada em videojogos desde sempre, comecei a escrever sobre eles já lá vão mais de dois anos.