Ele é um dos mais queridos e conhecidos atores em Portugal e fez agora algumas duras críticas à estação que o acolhe há cerca de 11 anos. A gravar, atualmente a novela Louco Amor, o profissional garante à TV Guia de hoje que se sente mal aproveitado na TVI.

Acho que aqui na TVI deviam andar mais atrás de mim na rua para verem o quanto sou popular, o quanto as pessoas gostam de mim. Sou dr. Honoris Causa pela Universidade de Évora, sou Grande Oficial da Ordem Militar de Santiago da Espada, sou Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, sou prémio Delfim, recebi o ouro pela cidade de Lisboa e outras cidades do País, entre outras coisas. Acho que podiam aproveitar mais isso. Sou um sabonete mal vendido.

São críticas marcantes, no entanto, assume a grandeza da ficção da estação de Queluz de Baixo e acha muito positiva a criação de um canal exclusivamente ligado à ficção realizada nos últimos anos. Para ele as novelas criadas em Portugal são de grande qualidade e, como fundador da televisão no nosso país, acredita no regresso do trabalho para os atores: «Portugal já viveu muitas crises políticas e económicas. O trabalho vai voltar a aparecer. Têm de continuar a acreditar.», disse.

 

Outras Notícias