Televisão TVI

Flávio Furtado: «Para mim, um VIP é uma pessoa que ficou conhecida pelo seu trabalho»

flaviofurtado

Ficou em segundo lugar no Big Brother VIP no passado domingo e ainda não teve tempo para organizar por completo a sua vida. Apesar disso, Flávio Furtado explicou à TV Guia que ainda existem vários assuntos a tratar e a resolver no pós reality show da estação de Queluz de Baixo. Entre as mentiras que foram faladas na imprensa, às dívidas e às traições dos amigos, muitas foram as coisas que o magoaram quando abandonou a casa mais vigiada do país.

À parte disso, o ex concorrente disse à publicação da Cofina que a maior parte dos participantes do Big Brother VIP não eram, efetivamente, famosos: «Para mim, um VIP é uma pessoa que ficou conhecida pelo seu trabalho e não uma pessoa que só trabalha porque ficou conhecida. Lá dentro, VIP à séria, havia o Calado, que foi capitão do Benfica, a Nucha, que é cantora, o Edmundo, a Marta e a Sara, que são atrizes, e pouco mais. Há figuras que pronto… Daí a diferença de cachets. Havia pessoas lá dentro a ganhar 250 euros por semana.»

Apesar de não se ter importado com a vitória de Pedro Guedes, Flávio Furtado voltou a sublinhar que Sara Santos teria sido a justa vencedora do programa. «Todos os que estavam na final mereciam ganhar. Mas, para mim, a justa vencedora era a Sara. Fiquei muito surpreso quando percebi que ela tinha ficado em 5º lugar,. Para mim, o melhor prémio é as pessoas dizerem que gostam de mim e que mudaram a opinião que tinham antes do programa», concluiu.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados