RTP Televisão

Convidados do «Labirinto Lisboa» abandonam «Há Tarde»

O programa das tardes da RTP1 apresentado por Herman José e Vanessa Oliveira esteve envolvido em polémica na passada sexta-feira, tendo mesmo os convidados abandonado o estúdio antes da emissão ir para o ar.

Esta sexta-feira, Há Tarde teria como convidados os Labirinto Lisboa, com o criador Ricardo Rodrigues e uma das atrizes que dá vida a Inveja. No entanto, em comunicado na sua página oficial do Facebook, os convidados alegam não ter sido bem recebidos pelo apresentador Herman José, tendo mesmo deixado o estúdio antes de ter início a emissão de Há Tarde.

Ricardo Rodrigues começa por informar no comunicado que foram “muito bem recebidos e acolhidos à chegada, por uma equipa extremamente profissional, sendo foco de atenções por onde passávamos, como habitualmente. Também como habitualmente, pedimos à produção para conhecer o estúdio e o cenário do programa, para saber qual o espaço de manobra que a nossa Inveja teria para se poder movimentar mais à vontade, pregando sustos e interagindo com as pessoas, que é, no fundo, o seu trabalho.”

Pouco depois os convidados entraram no estúdio, conforme referem: “Quando entrámos no estúdio, ainda antes do início do programa, o Sr. Herman José – referência incontornável da nossa televisão e humorista de renome – ironicamente de muito pouco humor e pouca simpatia, dirigiu-nos a palavra com displicência e de forma arrogante, inferiorizando o nosso trabalho e convidando-nos a abandonar o estúdio, em frente a toda a equipa de produção, com a justificação de que se não sabíamos estar presentes, fora do programa, como pessoas normais e sem ser em personagem, então seria preferível saírmos e entrarmos apenas quando nos chamassem, já em directo.”

Perante esta situação, os convidados abandonaram as instalações da RTP, recusando-se a participarem no programa, conforme estava previsto. A produção tentou ainda alterar a decisão dos convidados, no entanto sem efeito.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados