Artistas insurgem-se contra o jornal Correio da Manhã

Tal como é sabido, o Correio da Manhã subiu nas audiências com a sua cobertura ao acidente que vitimou Sara Carreira. A CMTV foi o primeiro canal a confirmar a morte da artista, dedicando várias horas da sua emissão a acompanhar o caso.


Por esse motivo, e para alimentar os noticiários, o canal ligou a várias figuras públicas para fazerem algumas declarações. Esta atitidude provocou reações negativas por parte de alguns artistas. Foi o caso de Agir, que partilhou um tweet mostrando o seu desagarado:

No dia do velório de Sara Carreia, o jornal voltou a enviar jornalistas para perto da Basílica da Estrela para fotografar e filmar a família Carreira. Hoje, na capa do diário da Cofina, é possível ver o rosto de Tony Carreira, mesmo depois de ter sido emitido um comunicado a pedir para os meios de comunicação respeitarem este momento doloroso.

Ainda assim, o Correio da Manhã conseguiu surpreender e anunciou de forma declarada que domingo tinha registado mais de quatro milhões de telespetadores, “o melhor resultado de sempre”.

Bruno Nogueira reagiu a esta notícia da seguinte maneira:

Se uma pessoa ganhasse dinheiro e popularidade com uma morte, e ainda se vangloriasse disso, era criminoso. Se for a CMTV, é serviço noticioso. Que se foda a decência, viva a morte. O melhor domingo de sempre é o luto de uma família. Há que celebrar, o respeito espera

 

Diogo Santos

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Marketing e Publicidade. Tenho uma grave obsessão por audiências desde os meus 14 anos. Espanta-se quem me ouve dizer que praticamente não vejo televisão. No entanto, basta fazerem-me uma pergunta sobre esta categoria, e a resposta surge em segundos. Querem testar? ;)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *