Brasil InfoTv Rubricas

Especial Brasil Info TV: Sucessos e Fracassos do horário das 19h!

Info Brasil cópia

Na semana passada focamos neste Brasil Info Tv os sucessos e os fracassos das novelas da Globo no horário das 18h00 e agora voltamos a fazê-lo, mas no que toca às produções das 19h00. No caso, este ano foi de opostos e se uma das novelas conseguiu ser sucesso absoluto a outra afastou o público e faz valores que há muitos anos a estação brasileira não via no horário. Em análise estão Cheias de Charme e Guerra dos Sexos.

Cheias de Charme

Cheias de Charme O mega fenómeno do ano. Conquistou a audiência perdida no horário das 19h e lançou para os holofotes da fama os seus autores, os estreantes Filipe Miguez e Izabel de Oliveira. Com uma base sólida, a novela apostou no universo das empregadas domésticas e na luta pela realização dos sonhos. Juntando a isso personagens marcantes, o universo musical e um pouco de contos tradicionais, a novela arrebatou tudo e todos.

Com Leandra Leal, Taís Araújo e Isabelle Drummond nos principais papéis, marcou o retorno de Cláudia Abreu às novelas, bem como a estreia de Titina Medeiros no pequeno ecrã. Cheias de Charme provocou um misto de sensações nos telespectadores que, quase sempre com um rasgo de comédia, mostrou também episódios mais dramáticos como a doença súbita e a falta de emprego. De uma vida sofrida ao luxo e luzes da fama, a trama deixou saudades e quem viu ficou desejoso de ver a novela transformada em série. Com inúmeros personagens cómicos, foi decididamente Chayene quem arrebatou os telespectadores. Socorro, a destrambelhada empregada da vilã, conquistou igualmente os eu lugar e marcou a carreira da atriz.

Elevando o horário para números não alcançados há meses, a trama fez sucesso não só na televisão como fora dela, passando muito pela internet. Prova disso foi a interacção existente com as redes sociais e que ajudaram a levar o sucesso das Empreguetes a muita mais gente.

Por cá deve suceder a Fina Estampa, já que é uma novela leve, cómica e com todos os ingredientes para fazer sucesso em pleno horário de verão.

Guerra dos Sexos – A sucessora de Cheias de Charme e remake/seguimento do original de Sílvio de Abreu, que assina igualmente esta produção. Esperada ansiosamente pelo público, deixa muito a desejar no que toca à história e mais ainda em termos de audiência. Anunciada como uma continuação da primeira novela, a trama nada mais é do que a mesma novela com novos atores e uma leve actualização. Com uma guerra entre sexos que já não é igual à de 1983, a novela transmite ao telespectador uma sensação de déjà vu e um desfasamento a nível histórico. Tudo o que acontece na novela, que deveria ser uma comédia, é forçoso de mais e por isso mesmo, difícil de acreditar que em pleno século XXI ainda ocorram tamanhas situações.

Com resultados audiométricos que preocupam a estação, chega a obter menos 10 pontos do que a sua antecessora. Apontada para substituir Gabriela na SIC, foi rejeitada pela reposição de Páginas da Vida.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados