Avatar é “O FILME” do ano 2009. Filme de ficção científica realizado por James Cameron, e nos principais papéis contou com Sam WorthingtonZoë SaldañaMichelle RodriguezSigourney Weaver e Stephen Lang.

A história passa-se no ano 2154 em Pandora, uma das luas de Polifemo. A ação principal centra-se no conflito entre os humanos e os Na’vi, habitantes de Pandora. Os humanos que iam à procura dos recursos de Pandora interagiam com os Na’vi através de Avatar, uma tecnologia que permitia aos humanos viverem num corpo igual aos habitantes da Pandora.

Este filme foi idealizado em 1994, e era suposto que o filme chegasse às salas de cinema em 1999, mas na altura não havia a tecnologia necessária para construir um sucesso de bilheteira como Cameron queria. A língua na’vi utilizada durante o filme começou a ser criada em 2005 pelo linguista Paul Frommer, e hoje são muitos os fãs que a sabem falar na perfeição.

Este é também um dos filmes com maior orçamento, a estimativa inicial foi de 237 milhões de dólares, mas a segunda estimativa já apontava para os 310 milhões. O filme foi lançado em 2D e 3D em todo o globo, e em 4D na China. Para a crítica Avatar é o filme mais inovador de sempre devido às tecnologias utilizadas, e foram feitas câmaras especialmente para estas filmagens.

Avatar é o filme que até hoje alcançou os melhores resultados de bilheteira de sempre, e superou Titanic, um filme também de James Cameron. O realizador afirmou já que podemos esperar por uma trilogia.

Este é um daqueles filmes que não conquista pela história porque é igual a tantas outras, mas pelos efeitos visuais. Estes efeitos estão em todas as cenas, de modo que já nem nos apercebemos de tão conseguidos que estão.

Depois há a crítica mais fácil – Avatar é um filme que retrata uma invasão por parte dos Estados Unidos para roubarem os recursos naturais que não lhes pertencem por direito, retrata a tentativa de opressão de um povo. Se vir o Avatar à procura destas críticas políticas que foram muito comentadas na altura vai encontrá-las porque elas estão lá, mas não me parece que tenha sido esse o objetivo de Cameron. Este é um filme com uma história igual a tantas outras, com exaltação de um herói, um romance entre seres completamente diferentes, mas nenhum destes aspetos deve ser o motivo para se ver Avatar.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados