Audiência Média Audiências Rubricas

Audiência Média (50): Baixo consumo do inicio de Verão afeta privadas

Audiência Média

Está em linha a quinquagésima edição da sua Audiência Média. Hoje em destaque estará a quebra no consumo da televisão neste inicio de Verão que está a afetar diretamente as estações privadas em Portugal. A SIC e TVI têm vindo a registar uma quebra dos números na tabela audiométrica por força da chegada do calor ao nosso país. E agora, o que fazer para agarrar mais telespetadores?

[divider]

Chegou o Verão, o calor e os dias com a luz do sol a permanecer até mais tarde. A vida de muitos portugueses altera-se e estes acabam por ficar fora de casa até mais tarde o que, em termos televisivos é preocupante. Ora vejamos…

O horário nobre, nomeadamente o de domingo, é um dos mais importantes e apetecíveis no que toca ao investimento de publicidade e de audiências, e nas últimas semanas tem sido alvo de uma quebra abrupta na tabela audiométrica. Também a estação pública tem sofrido com este fenómeno, no entanto, quem mais sentiu a mudança foram as privadas. Big Brother e Splash! Celebridades têm vindo a perder telespetadores a cada domingo que passa e o mesmo acontece durante a semana com a ficção nacional e mesmo no day-time. No último direto a gala apresentada por Teresa Guilherme não foi além dos 13,5% de rating e 34,9% de share com uma média de 1 milhão e 200 mil telespetadores, contra os 855 mi espetadores de Splash!. Uma quebra significativa que não coloca em causa a liderança da TVI, mas diminui a receita em publicidade – um meio cada vez mais estrangulado e que reflete uma preocupação acrescida para a direção dos canais.

Splash
Estúdio de Splash! Celebridades situado no Complexo Desportivo do Jamor

Em média, segundo dados disponibilizados pela Notícias TV desta semana, entre março e junho a perda ronda os 700 mil telespetadores. Mas o que fazer para inverter esta tendência? Este é um fenómeno meramente sociológico que transmite uma mudança de hábitos de vida de milhares de portugueses e, por isso, a direção das privadas tem em mãos a detenção e produção de formatos mais leves capazes de prender um maior número de pessoas. A SIC lança Karaoke Killer com Andreia Rodrigues e César Mourão para substituir o programa de Júlia Pinheiro e a TVI aposta em A Luva de Boxe a ainda o novo programa de Cristina Ferreira para as noites de domingo que irá colocar os famosos a dançar. Investimentos que são preparados ao longo do ano pelos responsáveis, isto porque, fenómenos como este já não são novidade. É um problema anual que tem de ser combatido. Mas irão estas novas apostas conseguir fazer frente ao afastamento dos portugueses da televisão?

[divider]

Até para a semana!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados