Música

RFM Somnii 2019: As impressões do primeiro dia de festival

Recheado de novidades, o RFM Somnii 2019 já começou, e estas são as impressões do primeiro dia do festival.

Assumindo cada vez mais como um dos maiores festivais de verão realizado em Portugal, o RFM Somnii não teve medo de arriscar e em 2019 realiza a sua maior edição de sempre. De um palco principal o festival passou para sete palcos, onde dois deles se encontram dentro do recinto e os restantes espalhados pela cidade da Figueira da Foz, intitulada nestes dias de Cidade Festival. A par disso, após a festa no recinto, haverá ainda after-parties até às 06 horas da manhã espalhadas pelo Casino da Figueira, NB Club e ainda na Praça RFM Somnii, situada na Praça do Forte.

O sol não teve medo de aparecer e neste primeiro dia fez-se sentir com intensidade, apesar do leve vento conseguir amenizar a temperatura.  Rumble foi o responsável por abrir a tarde, seguindo-se a atuação de Olga Ryazanova, que trouxe a palco como convidados especiais os Karetus para apresentarem em conjunto o seu novo single. Lentamente o recinto foi enchendo, deixando para segundo plano o palco BLITZ / SIC Radical, que só começou a aquecer com a presença em palco de Valas, já passava das 18 horas. O primeiro ponto alto aconteceu com Afrojack, que uma vez mais não desiludiu os fãs, ou não fosse ele um dos cabeças de cartaz deste primeiro dia.

A festa seguiu posteriormente com Vigel, numa atuação que deixou o público mais morno, mas que voltou a aquecer com a subida a palco de Fedde Le Grand. Já com a plateia no ponto, foi a vez de Alesso subir a palco para mais uma atuação de vibrar do início ao sim, mostrando assim provas de merecer ser repetente neste festival, após a sua estreia em 2014. Radical Redemption foi o último DJ internacional a subir ao palco, numa atuação para os mais fortes composta de puro hardstyle, enquanto que a dupla portuguesa Rich e Mendes foi responsável por fechar o palco principal neste primeiro dia de RFM Somnii.

Contudo, e apesar de o público ter aderido em força neste primeiro dia do festival, nem tudo correu dentro do esperado. O primeiro dia ficou marcado por algumas falhas no sistema de som em palco, que se fizeram sentir principalmente nos set’s de Alesso, Afrojack, Vigel e Ryazanova. Outros dos pontos menos positivos foi a própria Cidade Festival. O novo conceito do RFM Somnii faz todo o sentido para uma cidade como a Figueira da Foz, mas a oferta foi em demasia face à procura do público. Numa passagem do Quinto Canal por todos os palcos, em alguns momentos as atuações decorriam praticamente sem público nenhum. Independentemente desse pequeno imprevisto, a aposta por parte da organização mostrou-se certeira, e bem recebida pelo público.

O segundo dia será marcado pelas atuações de Blasterjaxx e DJ Snake, dois repetentes no festival, e ainda pela estreia aguardada de Ozuna. E não se esqueça de acompanhar a cobertura do Quinto Canal nas redes sociais.


 

Artigos Relacionados