Música

Ornatos Violeta anunciam data extra no Porto e regresso a Lisboa em dezembro

Os Ornatos Violeta esgotaram o concerto de inauguração da Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota em 5 dias e decidiram estender a festa a uma segunda e última data no Porto, no feriado de 01 de Novembro, e a Lisboa, no dia 06 de dezembro, no Campo Pequeno.

Estes concertos são o corolário da celebração do 20º aniversário de O Monstro Precisa de Amigos e assumem um formato especial, em 360 graus, no centro da plateia de ambas as salas. Após o curto regresso aos palcos, para a interpretação integral da sua obra seminal em quatro grandes festivais – NOS Alive, MEO Marés Vivas, Maré de Agosto e Festival F -, Elísio Donas, Manuel Cruz, Nuno Prata, Peixe e Kinorm não poderiam deixar de aceitar o convite para a inauguração da Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, dada a ligação ao Palácio de Cristal, icónico ex-libris do Porto, que agora entra numa nova era, a que para sempre ficarão ligados. E para que o público do centro e sul do país possa juntar-se a esta grande festa, os Ornatos Violeta confirmam agora que levam o concerto a Lisboa, para assim encerrarem definitivamente este ano de comemorações d’O Monstro Precisa de Amigos.


Leia também: Eleven Sports aposta na criação de podcasts

Editado a 22 de novembro de 1999, O Monstro Precisa de Amigos, o segundo e último álbum de originais dos Ornatos Violeta, superou as expectativas criadas pelo disco de estreia, Cão, e confirmou o talento de Manel Cruz, Nuno Prata, Peixe, Kinörm e Elísio Donas na composição de canções intemporais que, ano após ano, continuam a ser descobertas, recuperadas ou interpretadas  pelas gerações mais novas. Produzido por Mário Barreiros, O Monstro Precisa de Amigos foi o habitual difícil segundo disco” que acabaria por se revelar o magnum opus da banda, quer a nível comercial, atingindo a marca de Platina quer, sobretudo, na recepção pelos fãs e crítica especializada, com a BLITZ a considerá-lo um dos 3 melhores álbuns portugueses editados nos anos 90 e um dos 25 melhores álbuns portugueses editados entre 1960 e 2000.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados