Geral

Whitney Houston pode ter sido assassinada

whitney houston

Segundo revela um detetive privado ao jornal Daily Mail, a cantora pode ter sido assassinada por traficantes de droga. De acordo com o norte-americano Paul Huebl, antigo agente policial, a cantora devia mais de 1,5 milhões de dólares a traficantes.

A cantora morreu a 11 de fevereiro deste ano. Após autópsia, os médicos concluíram tratar-se de uma morte acidental por afogamento na banheira do hotel onde se encontrava, após ingestão de um cocktail que incluía cocaína e outras drogas ilegais e legais.

O investigador diz ter entregue ao FBI vídeos de câmaras de segurança que abrem caminho à sua tese. Nessas imagens, revela Huebl, podem ver-se dois suspeitos a entrar várias vezes no hotel onde a cantora morreu. A cantora teria recebido na véspera da sua morte uma entrega de cocaína.

Paul Huebl revela ainda que no quarto de hotel, em Beverly Hills, tudo indica ter havido uma luta violenta, o que poderá levar à tese de homicídio. «O corpo de Whitney revela feridas clássicas que poderão ter ocorrido enquanto ela tentava lutar pela sua vida», disse Huebl, citado pelo jornal. O detetive diz que a cantora já tinha sido alvo de ameaças de traficantes.

O investigador não revela quem o contratou para esta investigação, apenas de que se tratou de alguém que não acreditou no relatório oficial da autópsia. No entanto, logo após a morte de Whitney Houston, vários tabloides noticiaram que muitos familiares da cantora desconfiavam de crime.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados