Geral

Feira do Livro de Lisboa 2019: Maior, mais sustentável e mais acessível

Considerada uma das maiores e mais importantes feiras literárias do país, a Feira do Livro de Lisboa tem início esta semana, e regressa cheia de novidades.

A 89.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, a decorrer entre 29 de maio e 16 de junho, está maior, mais sustentável e mais acessível a quem tem mobilidade reduzida. O icónico Parque Eduardo VII vai receber mais uma vez o evento que tem este ano a sua maior edição de sempre. E o crescimento é tão considerável que a organização optou por criar um novo espaço, intitulado de Novos Participantes, localizado no lado esquerdo da entrada sul do recinto para receber editores e livreiros que participam pela primeira vez na feira. Serão 25 novos participantes num total de 138, equivalente a mais 32 novos pavilhões para um total de 328 e mais 10 marcas editoriais para um total de 636.

A Feira do Livro de Lisboa está também mais amiga do ambiente, adotando práticas sustentáveis para o planeta com a disponibilização de sacos de papel reutilizáveis. A The Navigator Company, parceiro para a sustentabilidade do evento, vai distribuir 60 mil sacos de papel promovendo-o como um suporte natural, renovável, reciclável e biodegradável. A Feira do Livro de Lisboa está também mais acessível a quem não tem mobilidade ou tem mobilidade reduzida. As cadeiras de rodas e andarilhos, cedidos pela Santa Casa da Misericórdia, estarão ao dispor de quem necessitar no pavilhão de informações da APEL. Quem optar por um transporte amigo do ambiente, terá um parque extra para estacionar as bicicletas.


Leia também: «As Três da Manhã» da Renascença terá emissões de rua

No que diz respeito à restauração a oferta será ainda mais diversificada, com 8 novas opções e um total de 42 opções disponíveis. Mantêm-se este ano vários dos espaços implementados com sucesso nas edições anteriores, tais como o Espaço Bebé, o RefresCão (água fresca para visitantes de quatro patas) e a Hora H, que continua com os descontos mínimos de 50% em livros lançados há mais de 18 meses. A Hora H funciona entre segunda a quinta-feira, na última hora da Feira, ou seja, entre as 21 e 22 horas. De regresso estará igualmente a iniciativa “Doe os seus Livros”, onde os visitantes podem doar livros novos ou usados que serão entregues a crianças e jovens de várias instituições de solidariedade social.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados