Cinema

Fusão entre «Hasbro» e «DreamWorks Animation» sem efeito

A empresa de brinquedos norte-americana mostrou recentemente interesse numa fusão com o estúdio de animação DreamWorks Animation, no entanto as negociações parecem ter sido abandonadas. 

A decisão de encerrar as negociações partiu do Conselho da Hasbro que votou para a empresa abandonar a fusão. De acordo com a Variety, a empresa de brinquedos estaria disposta a pagar 2300 milhões enquanto a DreamWorks Animation queria um valor perto dos 3000 milhões.

No entanto, o entusiasmo pelo negócio veio decaindo depois da empresa ter visitado os estúdios responsáveis pelo icónico Shrek, na Califórnia. Os executivos da unidade da Walt Disney para produtos ao consumidor também tiveram peso nesta decisão da Hasbro, uma vez que as duas empresas têm um acordo desde Setembro para o fabrico de bonecas baseadas nas princesas Disney e em personagens do filme Frozen, existindo uma rivalidade entre os dois estúdios.

Outro motivo para a paragem das negociações, de acordo com o Business Insider, relaciona-se com a recepção que a notícia teve em Wall Street. Vários analistas consideraram que esta estratégia faria pouco sentido para a Hasbro. “Não vemos um argumento plausível para a Hasbro pagar 41% da sua capitalização em mercado por uma companhia que de acordo com o seu CEO, Jeffrey Katzenberg, enfrenta sérios desafios”, referiu Vasily Karasyov da Sterne Agee.

Outras Notícias