Tecnologia

MEO obrigada a cortar nos preços dos seus cabos submarinos

Sendo uma decisão imposta pela Anacom, a operadora MEO terá de cortar novamente no preço de aluger dos cabos submarinos entre o continente e as ilhas.

Havendo cada vez mais uma maior procura e concorrência no que toca à fibra, a operadora da PT foi obrigada pela Anacom a baixar novamente os preços cobrados pelo aluger dos cabos submarinos de fibra óptica que ligam Portugal Continental aos arquipélagos da Madeira e dos Açores num total de 72,8%.

          Leia também: Google abandona “Nexus” e passa a chamar smartphones de “Pixel

Esta decisão pretende facilitar o acesso das empresas concorrentes a estes cabos e oferecer assim uma maior variedade dd serviços aos clientes, visto que segundo uma investigação levada a cabo pela Anacom concluiu que os preços praticados pelo MEO no que toca ao aluger era muito acima do que os custos reais da infraestrutura. Este corte de preço tem de ser aplicado num prazo máximo de 30 dias.

 

Artigos Relacionados