RTP Televisão

«Perdidamente Florbela» estreia dia 26 na RTP

Perdidamente Florbela, Dalila Carmo

A atriz Dalila Carmo deu vida à poetisa Florbela Espanca no filme sobre a sua vida, Florbela, e agora, depois da estreia em cinema, vai poder ser vista no mesmo personagem mas através da série gravada para a RTP, Perdidamente Florbela. Com estreia anunciada para a quadra natalícia, a RTP já decidiu o dia em que irá ser exibido o primeiro dos três episódios que compõem a série. Tal como avança no seu site oficial, Perdidamente Florbela estreará no dia 26 e manter-se-á na grelha até ao dia 28. Ainda sem horário definido, é provável que esta aposta seja emitida em horário nobre, após o Telejornal.

Sinopse: Num Portugal atordoado pelo fim dos Anos 20, Florbela (Dalila Carmo) separa-se de forma violenta de António. Apaixonada por Mário Lage (Albano Jerónimo), refugia-se num novo casamento, mas a vida de esposa na província não é conciliável com sua alma inquieta. Não consegue escrever nem amar. Ao receber uma carta do irmão Apeles (Ivo Canelas), Florbela corre para junto dele. Na cumplicidade do irmão aviador, Florbela procura um sopro em cada esquina da capital entre amantes, revoltas populares e festas de foxtrot. O marido tenta resgatá-la para a normalidade, mas como dar norte a quem tem sede de infinito? Entre a realidade e o sonho, os poemas surgem quando o tempo pára. Nesse imaginário febril de Florbela, neva dentro de casa, esvoaçam folhas na sala, panteras ganham vida e apenas os seus poemas a mantém sã. Florbela é o retrato íntimo de Florbela Espanca: não de toda a sua vida cheia de sofrimento, mas de um momento no tempo, em busca de inspiração, uma mulher que viveu de forma intensa e não conseguiu amar docemente.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados