Séries

Comic Con Portugal 2018: Painel de Dichen Lachman

Dando início à edição 2018 da Comic Con Portugal, a atriz Dichen Lachman foi a primeira grande convidada do evento nesta quinta-feira.

Embora tenha feito parte do elenco de várias séries de sucesso em televisão tais como The 100 ou Agents Of  S.H.I.E.L.D., foi sobre Altered Carbon da Netflix que a atriz Dichen Lachman falou maioritariamente na conversa com os jornalistas, neste primeiro dia de Comic Com Portugal 2018, sendo um dos destaques do cartaz. Sobre a série, Dichen diz que foi um dos projetos mais recompensadores em que trabalhou, pois desde o set de gravação aos costumes da série, tudo foi muito bem feito, tendo alcançado uma magnitude enorme que culminou na nomeação da série para Emmys. A par de toda a qualidade de realização e set, Altered Carbon é igualmente importante para ela porque é a primeira vez que representa uma personagem principal de uma série e que apesar de voltar a ser uma antagonista, adorou representá-la por ser um constante desafio.

Ainda sobre Altered Carbon, a atriz confessou ainda que foi alvo de um grande treino de preparação física de vários meses, tendo sido desafiador a nível físico e psicológico, que se refletiram nas horas de gravação, que chegavam a ser mais de 15 por dia. Abordou ainda a sua cena em que lutou despida, tendo demorado cerca de quatro dias a filmar a mesma. Quando questionada sobre novidades para a segunda temporada diz que tudo pode acontecer, o que deixa em aberto a possibilidade de ela voltar a aparecer.


Leia também: «Living Room Fights» da AMC promete prémios e animação na Comic Con Portugal 2018

Falando sobre outros projetos, Dichen Lachman falou rapidamente sobre Doll House, dizendo que se a série fosse lançada atualmente possivelmente teria alcançado um sucesso maior e que o que tem atualmente se deve aos serviços de streaming que ajudam na divulgação da série. Referenciando a Netflix, plataforma onde é exibida Altered Carbon,  Dichen destacou a  liberdade na produção, o que acaba por ser bastante vantajoso para as séries. Não só a nível de duração das filmagens, uma vez que o período é consideravelmente mais curto do que uma série televisiva, existe menor tabu no que toca a certo tipo de cenas o que permite uma maior qualidade das produções de streaming.

A atriz disse ainda que não gosta de estar demasiado presa a uma produção, gostando de fazer várias personagens, mesmo que seja por poucos episódios ou até mesmo papéis secundários. Isto levou a atriz a estar presente em inúmeras séries e a ser conhecida por vários papéis. Muitos dos quais são de antagonista, pelo que o desejo de Dichen é puder interpretar uma personagem “boa”.

Revelando algumas curiosidades, a atriz indica que a personagem mais desafiadora que fez foi na série Agents Of S.H.I.E.L.D, uma vez que o trabalho psicológico para interpretar aquela personagem foi mais intenso, pois tentou ao máximo perceber as motivações por detrás das ações da sua personagem. Sobre The 100 afirmou que teve de aprender a andar a cavalo, tendo adorado a experiência pelas paisagens fantásticas da série e que seria interessante existir uma série derivada que abordasse a vida dos Grounders antes da chegada dos The 100 à Terra.

Por fim indicou que está bastante excitada por visitar o nosso país pela primeira vez e que está ansiosa por explorar a cidade, apesar de não saber com o que pode contar.


Leia também: Bárbara Bandeira realiza concerto especial na Comic Con Portugal 2018

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: