Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017
Quinto Canal

Só Séries: «Anime Crimes Division» é a série no YouTube que têm que ver!

O YouTube está repleto de séries feitas por profissionais e amadores da indústria que mostra as capacidades de muitos que aspiram ter sucesso na área. Já encontrei produções realmente boas e sou especialmente fã daquelas séries que se inspiram em filmes e séries que gosto. Anime Crimes Division foi por isso uma agradável surpresa.

Estava eu muito bem a percorrer várias secções do YouTube (algo perigoso porque pode perder-se horas a fio nisto) quando encontrei Anime Crimes Division. A série é protagonizada pelo Detetive Joe Furaya (SungWon Cho, estrela do já não existente Vine) que resolve crimes relacionados com anime. Sim, leram bem. E Furaya vai ter a ajuda da Detetive Diesel cujo anime favorito é nada mais nada menos que Digimon. Ora isto não é bem aceite por Furaya, que a testa logo quando pergunta quem tem o melhor rabo no anime Yuri on Ice e ela não lhe consegue responder.

Anime Crimes Division

Juntos, eles vão tentar acabar com a guerra entre Subs, Dubs e material original, acabar com jogos ilegais de Yu-Gi-Oh no qual os jogadores vencedores ficam com cartas dos perdedores (jogos conhecidos por play-for-keeps) e ainda descobrir quem anda a cometer crimes horrendos contra action figures de Gundam.

Leia também: Só Séries: Descubra a app NOS Play

Anime Crimes Division estreou em novembro deste ano e terminou há poucos dias, tendo a duração de apenas três episódios. A própria intro da série mostra em pleno o conteúdo da mesma: When someone commits a crime against anime, they don’t call the police; they call the Anime Crimes Division. E se acham que seria algo muito mau de se fazer, quando se junta o talento inato de quem produz à paixão pelo anime, o resultado só podia ser esta série brilhante. A série está cheia de referências a animes e mangas e são imensos os detalhes que podem passar despercebidos.

A cinematografia da série é espetacular e é dada imensa atenção à composição de planos, com a introdução de imensos pormenores que vão fazer rir os fãs do género. A intro e os créditos finais são eles próprios uma homenagem aos animes, contendo não só elementos cruciais para a série mas um formato que se assemelha imenso aos próprios animes. O roteiro é complexo e está genialmente escrito. O que mais valorizo – e gostava imenso de ver os bloopers – é ver os atores interpretarem aquelas cenas com o maior rigor possível, como se fosse normal de um momento para o outro começarem a correr como as personagens em Naruto.

I only have one book on my shelf… And it’s Death Note! – foi a melhor frase que ouvi durantes os três episódios e que me fez cair da cadeira de tanto rir!

A segunda temporada poderá já estar em produção mas o projeto precisa da ajuda dos fãs. A colaboração com o site Crunchyoll foi importante para seguir em frente e o canal deles lá contém mais informações que podem aceder aqui. Não percam esta divertida série, porque nós também não!

 

PARTILHAR

SOBRE O AUTOR

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve, desde cedo adquiri um enorme interesse por séries. Tento ver um pouco de tudo e apresentar aqui no Quinto Canal o que se passa no panorama televisivo.