Cinema

Filmin – Coleção «Cannes»: As escolhas do Quinto Canal

Considerado o mais importante Festival de Cinema do mundo, decorre ao longo do mês de maio o aclamado Festival de Cannes. Com a presença de diversas caras bem conhecidas da sétima arte e não só, o Festival está também em destaque no Filmin, que apresenta ao seu público uma coleção especial dedicada ao mesmo, da qual o Quinto Canal destaca três películas que não poderá mesmo perder.


120 Batimentos por Minuto:
  • Ano: 2017
  • Duração: 143 minutos
  • Realizador: Robin Campillo
  • Sinopse: Sendo um dos filmes mais recentes do serviço Filmin, 120 Batimentos por Minuto conquistou o Grande Prémio do Júri no Festival de Cannes do ano passado, tendo sido um dos filmes-sensação dessa mesma edição. Passado no início dos anos 90, com a SIDA a ceifar inúmeras vidas nos últimos dez anos, os activistas da Act-Up Paris multiplicam as suas acções para lutar com a indiferença generalizada. Nathan, um jovem que se junta ao movimento, vê a sua vida transformada por Sean, um dos militantes mais activos desse grupo.

  • O Artista:
  • Ano: 2011
  • Duração: 96 minutos
  • Realizador: Michel Hazanavicius
  • Sinopse: Contando com oito nomeações aos Óscares no ano em que foi lançado, O Artista passa-se na cidade de Hollywood em 1927, onde George Valentin é uma das maiores estrelas do cinema mudo. Certo dia conhece Peppy Miller, uma jovem e ambiciosa figurante, por quem fica fascinado. Mas a chegada dos filmes sonoros marca o fim da carreira de George e faz de Peppy a nova grande estrela da nova indústria.

  • As Mil e Uma Noites (Volume I, II e III):
  • Ano: 2015
  • Duração: – –
  • Realizador: Miguel Gomes
  • Sinopse: Dividido em três volumes (três filmes), As Mil E Uma Noites acontece num País Europeu em crise, Portugal, onde um realizador propõe-se a construir ficções a partir da miserável realidade onde esta inserido. Mas incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente, dando o seu lugar à bela Xerazade. Ela precisará de ânimo e coragem para não aborrecer o Rei com as tristes histórias desse país! Com o passar das noites, a inquietude dá lugar à desolação e a desolação ao encantamento. Por isso, Xerazade organiza as histórias que conta ao Rei em três volumes.

FOLLOW US

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: