Uncategorized

Polémica – «Prós e Contras» deu tempo de antena a orador acusado de mais de 12 crimes de burla qualificada

Fátima Campos Ferreira

O programa Prós e Contras está envolvido em mais uma polémica. Na emissão do último domingo, com a emigração como tema de fundo, um dos principais oradores foi Pedro Vaz Serra, o economista que é acusado pelo Ministério Público de 12 crimes de burla qualificada e de falsificação de documentos.

O Ex-quadro do Banco Privado Português (BPP) ter-se-á apropriado de 731 mil euros de clientes do banco, dinheiro que mais tarde foi restituído aos lesados pela própria instituição.

Ao Correio da Manhã, Pedro Vaz Serra confirma ter sido acusado pelo Ministério Público mas insiste não «dever um cêntimo à instituição os aos seus clientes». Diz também que viu com «naturalidade» o convite em participar no programa da estação pública. «Fazia sentido e eu tinha coisas a acrescentar ao tema em debate», justifica.

Já Fátima Campos Ferreira, moderadora dos debates e responsável pela escolha dos convidados, diz que «desconhecia por completo» a situação. «Não tenho de ter conhecimento da vida privada de todas as pessoas que vão ao programa», explica a jornalista.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados