Uncategorized

Cineasta brasileiro é o responsável pela nova versão de «Robocop»

robocop josé padilha

José Padilha, o cineasta responsável pelos sucessos de Tropa de Elite Tropa de Elite 2 foi escalado para dirigir uma nova versão do filme Robocop, cuja estreia ocorreu no final do mês passado. Ciente de que pegar num personagem já com uma longa história conhecida e reformulá-la à sua imagem não seria fácil, o director confessou numa entrevista a Marília Gabriela que esta nova versão se trata de «um filme político e que discutisse a automatização das armas. Eu sabia que o Robocop seria um filme difícil por ser cult e ter uma legião de fãs».

Ainda assim e tendo aceite o desafio, Padilha aproveitou para esclarecer que o filme poderá não ter o sucesso de outros com super-heróis mais conhecidos ou com foco no público mais jovem. «Todos os adolescentes querem ser o Homem de Ferro, ninguém quer ser o Robocop. Ele é muito mais próximo do Frankenstein do que do home», confessa.

Com um orçamento superior a 130 milhões de dólares, o cineasta mostra-se contente com o resultado final e avança que «eles [estúdio ] gostaram da ideia de fazer um filme fora dos moldes de super-herói», pois o personagem principal «que é supostamente o vilão não é um vilão, você até gosta dele».

O filme já se encontra disponível nas salas de cinema. Abaixo confira o trailer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.