Televisão TVI

Leonor Poeiras elogia Rute, ex concorrente da «Casa dos Segredos 4»

leonor poeirasFoi a última concorrente expulsa da Casa dos Segredos 4 mas nem mesmo a votação dos portugueses a impediu de ter fãs. Leonor Poeiras, por exemplo, ficou fascinada com a história de Rute no final da entrevista no Extra. Depois do programa a apresentadora da TVI publicou um texto da sua autoria na sua página oficial do Facebook que agradou aos seus seguidores. Depois de ter ouvido tantos insultos à ex concorrente da versão portuguesa de Secret Story, a profissional da TVI não aguentou essas críticas e desabafou o seguinte:

Na passada segunda-feira, entrevistei no meu programa a Rute, a concorrente que foi expulsa da Casa dos Segredos4. Esta mulher foi torturada pela mãe em bebé. A mãe tratava-a literalmente abaixo de cão. Qualquer ser indefeso, humano ou não, deveria estar com quem tem um coração cheio de amor para dar. A Rute é hoje uma mulher extremamente carente, traumatizada e continua a viver mal, assumindo, em directo, que com 37 anos, não tem casa. Pede guarida aos amigos ou aluga um quarto de vez em quando. Fez-se à vida como pôde, diz-se inclusivé por aí, que é prostituta.

Julgar é tão fácil…. o preconceito gera horas de conversa e de críticas. Para mim, não há prova mais evidente de falta de inteligência que o preconceito:

“Oh ela é prostituta!…” + “Olha para o arzinho da gaja…” + “Esta não engana ninguém…” + “É pobrezinha, não é? Mas anda com roupa boa.. é do dinheiro que faz na rua, claro!.. e depois dizem que não querem esta vida… a mim não me enganam…” – comentários mais do que infelizes que ouvi nos últimos tempos.

Há uns tempos li esta frase: “Ter um filho é como fazer uma tatuagem na cara – é um compromisso para a vida” – e é mesmo. É a grande responsabilidade da vida de qualquer mãe e pai.

Não tenham filhos porque é suposto ou porque está na hora… porque os nossos pais querem ser avós ou porque não queremos ter filhos com diferenças acentuadas de idade. Tenham filhos quando o vosso coração gritar essa ordem. É mais ou menos parecido ao sentimento que nos invade quando descobrimos que amamos alguém. Há um dia que percebemos isso. É igual. Há um dia que descobrimos que no prolongamento da nossa vida está escondido o amor maior de todos. 

O maior e mais grave falhanço humano é o desrespeito pelos seres vivos indefesos. 

Muitas pessoas fazem questão de me dizer que não seguem o programa que apresento. Este programa é conotado de brega, feira de vaidades, etc. Mas quanto mais se justificam, mais se perdem no discurso. Não veem, não veem, ponto. Que mal tem?

Já eu, agradeço muito poder apresentá-lo. Sei lá eu se na minha vidinha iria um dia conhecer uma pessoa com a história da Rute ou esta realidade cruel de famílias disfuncionais, que continua a existir? Eu agradeço porque estas pessoas contribuem bastante e sem se aperceberem para o meu crescimento interior. Sem dúvida que sou uma pessoa mais crescida devido aos encontros que o meu trabalho me proporciona. Pessoalmente, desejo à Rute o melhor! Gostei muito de me encontrar com ela!

Outras Notícias