TVI afasta Quintino Aires do «Big Brother»

A TVI decidiu afastar Quintino Aires do leque de comentadores do Big Brother após as palavras pronunciadas pelo mesmo e as quais levou a TVI a marcar uma posição face ao ocorrido.


Quintino Aires teceu vários comentários homofóbicos ao falar de Bruno D’Almeida, o concorrente que levou o debate sobre a discriminação dos homossexuais na doação de sangue à Assembleia da República.

Entre o seu comentário Quintino Aires acabou por chamar o concorrente de ‘bicha desocupada’.

Devido a isso a TVI emitiu um comunicado onde esclarece que «não se revê neste tipo de comentários. Esta é uma opinião do comentador e a TVI refuta qualquer comportamento ou atitude homofóbica, xenófoba ou sexista». A estação avança ainda que o formato Big Brother, «defende causas e elimina tabus, apostando na diversidade e multiculturalidade que são plenamente respeitadas e celebradas».

Com o afastamento de Quintino Aires o seu lugar no programa fica por preencher.

Abaixo pode ler o que foi dito pelo psicólogo:

Preciso de falar aqui uma coisa que me está a incomodar, porque percebi que muita gente interpretou a atitude do Bruno como ato heroico e acho que é um ato perigosíssimo e sem lógica nenhuma, como hoje em dia temos muitos ativistas que são gente inconsciente que não sabe o que está a fazer.

Primeiro questiona uma medida da Direção Geral da Saúde e era importante que as pessoas antes de serem ativistas se informassem.

As medidas da Direção Geral de Saúde são para orientar, salvam milhares de vidas e são especialistas que as preparam suportados por dados que existem. É tudo correto.

A lei foi revista porque os comportamentos mudaram. É um facto que há 15 anos os homo orientados, porque fechados, tinham comportamentos de risco de uma maior incidência do que os heterossexuais. Para salvar vidas era necessário que essa medida estivesse lá.

Devido ao dramático problema que tivemos com o VIH, os homo orientados assustaram-se muito e mudaram os comportamentos.

Mas isso [a lei] não estava lá como discriminação aos homossexuais, mas sim porque eram muito mais promíscuos. Aliás, continuam a querer mostrar a sua promiscuidade quando têm aquela vergonha marcha da vergonha. Somos três irmãos, as minhas duas irmãs são hetero orientadas, eu não tenho nenhum orgulho porque não tenho nada de superior ao facto de ser homo orientado. Repare que quando se faz a marcha, onde a maioria vai meio nus, a lamberem-se todos e a seguir aumentam o número de infeções.

Uma bicha desocupada, a achar-se o herói da rotunda, que foi acabar com a discriminação na Direção Geral de Saúde… não foi isso que foi fazer


Anselmo Oliveira

Licenciado em Educação Social pela Escola Superior de Educação e Ciências Sociais de Leiria, desde cedo apostou na internet e na divulgação de tudo o que passava no pequeno e grande ecrã. Depois de três anos à frente do Por Outro Olhar surgiu a hipótese de melhorar a oferta aos leitores a nível de conteúdos e com isto surgiu o Quinto Canal, onde se encontra atualmente.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.