Rubricas SIC

«Factor X» em Análise – 5ª Gala (29/12/2013)

Factor X em análise

E começou mais uma emocionante semana do Factor X. A quinta gala trouxe com ela mais uma expulsão, a última de 2013, e ainda uma performance especial de David Carreira, juntamente com Boss AC, para interpretarem um tema do seu mais recente álbum.

Nove atuações, mas apenas oito seguem em frente. Quais os favoritos do público? E quem é que fica pelo caminho? Venha daí para mais um Factor X Em Análise.

[divider]

Adultos (Sónia Tavares)

BERG

BergAtuação:

Ne-Yo – Closer.

Foi o último a subir a palco esta semana, e foi anunciado pela Sónia como o seu verdadeiro trunfo, a sua última cartada. E parece que, num estilo completamente diferente do habitual, convenceu os presentes com a sua veia dançante e eletrónica, à exceção de alguns jurados.

Comentário dos jurados:

Paulo Junqueiro: “Tu cantas muito bem, mas acho que esta música te caiu bastante mal.”

Paulo Ventura: “Tu mereces muito melhor que isto. Tu não brilhaste hoje.”

JOSÉ FREITAS

José FreitasAtuação:

 Fernando Tordo – Adeus Tristeza

Pela primeira vez, José Freitas fugiu do seu registo mais clássico e apostou forte numa música portuguesa, mostrando ainda mais o poder da sua voz ao público e aos mentores das várias categorias. Os aplausos foram constantes ao longo da sua atuação, contudo o júri não gostou da sua performance.

Comentário dos jurados:

Paulo Junqueiro: “Faz parte do Factor X uma série de coisas. Uma delas é trabalho, e hoje infelizmente não te senti à altura, pela segunda vez.”

Paulo Ventura: “Fiquei triste por aquilo que não nos deste hoje esta noite, e parecia que tu não querias estar aí.”

SARA RIBEIRO

Sara RibeiroAtuação:

Foo Fighters – Best Of You

Depois da gala natalícia, eis que a única rapariga da categoria Adultos volta a apostar numa música bem rock, mostrando que é o registo onde se sente mais à vontade para cantar, fazendo uma brilhante atuação, onde no final foi aplaudida pelos jurados de pé.

Comentário dos jurados:

Paulo Junqueiro: “É disto que a gente anda à procura. É disto que nós precisamos. Espetáculo.”

Paulo Ventura: “Tu és incrível, sem palavras. Eu quero muito que tu sejas uma finalista, É incrível o que fazes de semana para semana.”

[divider]

Jovens (Paulo Junqueiro)

D8 (DIOGO VALENTE)

Diogo Valente

Atuação:

Kid Ink – Money And The Power

Mais uma música com letra original, o rapper do Factor X fez uma performance tocante, e ao mesmo tempo vibrante, mas que ficou um pouco aquém das expectativas de alguns mentores.

Comentário dos jurados:

Paulo Ventura: “Parabéns pelo instrumental escolhido por ti, mas começo a esperar cada vez mais de ti. Hoje não te senti confortável.”

Sónia Tavares: “Estamos sempre expectantes com o que nos vais dizer, mas hoje foi diferente, pois começas a pisar um território que não te é conhecido.”

DIOGO SANTOS

Diogo SantosAtuação:

James Arthur – Let’s Get It On

Sempre calmo, e confiante na sua atuação, Diogo apresentou-se num registo mais calmo, e ao mesmo tempo romântico, realizando uma espécie de declaração à mentora Sónia, levando o público ao rubro.

Comentário dos jurados:

Paulo Ventura: “Eu agora de repente olhei para um cavalheiro que quer muito estar aqui e quer muito ganhar.”

Sónia Tavares: “Tens vindo a evoluir, e tu és música. Parabéns e obrigada por me vires provar que realmente és bom.”

MARIANA

MarianaAtuação: 

Lady Gaga – Poker Face

E a “princesa das ilhas”, mascarada, arrojada e sentada ao piano, faz um brilhante performance de Poker Face, uma música que também foi um verdadeiro sucesso na altura do seu lançamento em 2008, deixando o júri rendido.

Comentário dos jurados:

Paulo Ventura: “Tu não precisavas da máscara, porque máscara já a Lady Gaga usa”.

Sónia Tavares: “Se continuas assim tão depressa não vais para casa. Palavras para quê?”

[divider]

Grupos (Paulo Ventura)

OS AURORA

AuroraAtuação:

Xutos e Pontapés – Não Sou O Único

De volta à música portuguesa, o grupo que nos habituou a versões bem calmas das escolhas, decidiram mudar o registo e apresentaram uma música bem rock, da mítica banda portuguesa Xutos e Pontapés, que em 2014 comemoram 35 anos de carreira.

Comentário dos jurados:

Sónia Tavares: “Parabéns, achei muito gira esta versão e gosto muito do vosso lado rockeiro, que ainda não tinha visto.”

Paulo Junqueiro: “Parabéns. Acho que vocês estão a começar de encontrar o vosso caminho.”

 

CUPCAKE

CupcakeAtuação:

Florence + The Machine – Dog Days Are Over

O grupo feminino do Factor X trouxe a palco uma versão alternativa à famosa música dos Florence, que acabou por deixar os jurados dividos nas suas opiniões.

Comentário dos jurados:

Sónia Tavares: “Vocês conseguiram manter o vosso tempo, parabéns. Mas curiosamente, hoje, senti alguma insegurança nas vozes quando cantam a solo.”

Paulo Junqueiro: “A partir de agora é mesmo ver quem é o eleito, e vocês têm vindo a progredir. Parabéns.”

 

X4U

X4U

Atuação:

 John Newman – Love Me Again

Depois de uns pequenos problemas técnicos com o piano da atuação onde o Joca tocava, e que obrigaram a uma interrupção, o grupo recompôs-se e fez uma versão acústica de uma música mexida, que foi um dos hits do ano.

Comentário dos jurados:

Sónia Tavares: “Vocês têm de melhorar as vossas posturas, e assim chegar mais longe.”

Paulo Junqueiro: “Vocês até podem ter o Factor X, mas têm de demonstrar mais.”

[divider]

EXPULSÃO

Chegou a hora da verdade. Pela primeira vez dois concorrentes da mesma categoria são os menos escolhidos. X4U e Cupcake tiveram de cantar uma última vez para provar ao seu mentor  Paulo Ventura que merecem uma nova oportunidade no programa. Visto que ambos os grupos pertencem à mesma categoria, o único a ter a palavra final sobre o concorrente salvo foi Paulo Ventura.

Atuações finais realizadas, e escolha feita. As Cupcake foram o grupo salvo, e os X4U terminam assim a sua participação no programa.

X4U

[divider]

BOM ANO NOVO Até para a semana!

Texto e Análise: André Kanas
Imagens finalistas: SIC
Imagem rubrica: Rui Lopes

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados