SIC Televisão

Conheça o processo de selecção dos «Tubarões» da SIC

O formato Shark Tank está a ser produzido a todo o vapor na SIC e com isso a procura incessante pelo leque de pessoas que investirão nos concorrentes continua.

Com apenas Mário Ferreira, presidente da Douro Azul, confirmado no leque de investidores, foi revelado recentemente o pocesso de selecção e as questões em causa para se ocupar um dos lugares principais do formato. Segundo avança o Zapping citando fonte lingada ao programa «as histórias não podem ser de herança, devem ter sido construídas a partir do zero, passando por todas as dificuldades. Depois, os Tubarões precisam de mostrar a sua telegenia e disponibilidade financeira». Aliás, este último requisito é fundamental para a realização do programa.

Tal como avança Bruno Sambado, diretor-geral da Take&Sound, uma das entidades envolvidas no formato, cada empreendedor deverá garantir no início do programa 500 mil euros para investir nos candidatos. «Pedimos que cada um invista 500 mil euros durante os 13 episódios, o que dá uma alavancagem de 2 milhões e meio, em novos negócios», revela, assegurando que apesar da quantia ser elevada para muitos dos portugueses não estão a ser encontradas dificuldades em encontrar candidatos a Tubarão. «Há muita gente interessada em assumir o papel de Tubarão, até entre a comunidade lusodescendente e emigrante na África do Sul, Angola e Canadá», termina.

Shark Tank será a grande aposta da SIC para as noites de sábado no próximo ano.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados