Catarina Furtado

A RTP antecipou a estreia do seu novo programa de culinária, Chef’s Academy. Conduzido por Catarina Furtado e com um leque de professores bastante conhecidos – Henrique Sá Pessoa, Markene, Kiko e António Alexandre, já existe alguma expetativa por parte de Hugo Andrade. Durante doze semanas os concorrentes vão completar as mais variadas provas sendo, no final de cada uma, avaliados pelo Chef Cordeiro. No formato não existirão expulsões, tal como explicou a profissional da estação pública à TV Guia desta semana: « É um programa pela positiva, em que os concorrentes estão aqui para aprender e consolidar conhecimentos.»

Para o Chef Cordeiro, esta aposta é «um desafio interessante, um verdade achado, pois é quase como um regresso à 4ª classe».

Chef’s Academy estreia assim no dia 23 de novembro, próximo sábado, pelas 22h. O vencedor do concurso levará para casa 3000 euros em compras no cartão Continente e ainda o papel de chef do site dos hipermercados da Sonae durante um ano.

Diogo Santos

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Marketing e Publicidade. Tenho uma grave obsessão por audiências desde os meus 14 anos. Espanta-se quem me ouve dizer que praticamente não vejo televisão. No entanto, basta fazerem-me uma pergunta sobre esta categoria, e a resposta surge em segundos. Querem testar? ;)

1 Comment

  • mas será que ninguém para com esta miséria de programas na RTP????
    esta Catarina e outros tantos deviam há muiito ser despedidos, assim que terminaram os contratos de trabalho
    esta só tem vaidade e nada mais
    continua a ganhar uma fortuna para nada, programas da trampa, o povo a pagar esta porcaria toda
    as audiencias da RTP, são uma vergolha,
    afinal o governo, não tem mão nestes safados todos, os apresentadores a maioria deles não valem nada, os programas saõ deploraveis e continuamos a ter uma RTP, paga a peso de ouro
    ministro da tutela, afinal como é
    porque razão ha uma tão grande disparidade de ordenados???
    catarinas, tanias, sonias, jorges, joões, malatos, felgueiras, cristinas, mendes, martas, e tantas e tantas outras, o que fazem se não levar brutos ordenados, para nada, nada mesmo
    Portugal assim não vai a lado algum
    afinal a birra é só com alguns, que ganham uma miséria?

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.