Televisão

Opinião: Quando a qualidade de «Shark Tank» não é refletida nas audiências

Shark Tank

Na noite deste sábado estreou a tão aguardada versão portuguesa de Shark Tank. E se o programa conquistou as redes sociais pela positiva e foi um dos assuntos mais falado ao longo de todo o fim-de-semana, parece que o mesmo não se refletiu nas audiência. Ao longo dos seus 50 minutos o formato conquistou 10,1% de rating e 25,2% de share, correspondente a um 7º lugar na tabela geral de programas mais vistos de sábado, e perdendo claramente para a concorrência de MasterChef Portugal, que registou 12,4% de rating e 31,3% de share.

Olhando para estes números, confesso que fiquei um pouco desapontado. Apesar de ser um adepto de ambos os programas, por todas as razões e mais algumas a SIC merecia ter ganho a medalha de ouro neste horário com a estreia do seu novo programa. Um formato inovador, decidido a apostar na inovação e em bons negócios, e que mesmo indiretamente poderá ser uma enorme alavanca para a economia nacional.

Confesso que fiquei um pouco receoso com a adaptação de Shark Tank. Apesar da excelente promoção e marketing em torno da estreia e do programa em si, o burburinho pela sua realização sempre foi uma constante, especialmente desde que foram anunciado os cinco tubarões. E esta foi sem dúvida a grande surpresa do programa. Os investidores mostram um enorme à vontade e empatia entre si, à qual foi impossível ficar indiferente, e mostrando acima de tudo que realmente foram uma boa aposta por parte da produção, conseguindo sem problemas transmitir ao público os seus conhecimentos na área dos negócios.

SockBuster, o primeiro negócio a ser aprovado no «Shark Tank Portugal»
SockBuster, o primeiro negócio a ser aprovado no «Shark Tank Portugal»

A simplicidade e frontalidade com que os investidores e empreendedores também demonstravam foi outra das agradáveis surpresas, já para não falar do cenário e nome fiel ao original (coisa cada vez mais rara nas adaptações portuguesas) e do drama q.b. que o episódio transmitiu, resultando assim em centenas de comentários que invadiram as redes sociais ao longo do fim-de-semana. De uma forma geral, sem dúvida que o formato tem tudo para ser um sucesso nas próximas semanas, excedendo as minhas expectativas, e não só.

Curiosamente, e mesmo tendo elevado as audiências do horário em que foi transmitido, o primeiro episódio de Shark Tank perdeu para a concorrência, e com uma diferença considerável. Contrariando o previsto na programação disponível, MasterChef Portugal foi empurrado para segundo plano e competiu diretamente com o programa da SIC, levando assim a melhor.

Sem tirar mérito ao talento culinário proporcionado pelo formato da TVI, acaba por ser irónico ver um público que constantemente critica a grelha televisiva dos canais generalistas por falta de inovação e qualidade, quando na noite de sábado tiveram oportunidade de inverter os papéis e mesmo assim preferiram atirar para segundo plano um dos melhores programas que estreou na televisão portuguesa nos últimos meses, e até mesmo anos. Ainda existem 12 semanas pela frente, é verdade, e por isso mesmo será curioso ver o impacto e evolução do Shark Tank Portugal até ao último episódio.

Para quem não teve oportunidade de ver, aqui fica a primeira emissão completa:


Shark Tank Portugal – Episódio 1 – Estreia – 21… by bruno-gabriel-52035

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados