Televisão TVI

Nuno Santos: «Há imenso para fazer, para criar e para mudar na TVI»

Nuno Santos TVI

A propósito do aniversário da revista TV 7 Dias, Nuno Santos aceitou o convite da publicação para fazer um ponto de situação do atual estado da televisão na atualidade.


Assim, o Diretor-geral da estação de Queluz de Baixo afirmou que os ecrãs vivem hoje uma fase de mudança. “Outro paradigma, outras exigências. O público nunca teve tantas opções, logo nunca foi tão exigente quanto é hoje. Esse grau de exigência vai aumentar. Mas nunca como hoje se produziu tanto e tal significa uma oportunidade para os criadores de conteúdos. A TVI integra um grupo que tem, mais do que qualquer outro em Portugal, essa capacidade de intervenção global no mercado, dentro e fora de Portugal“, disse à revista da Impala.

Recorde-se que Nuno Santos esteve no arranque da primeira estação privada em Portugal, a SIC, fez parte do lançamento da SIC Notícias e do Canal 11, e ainda passou pela liderança da programação da RTP1. Paralelamente, integrou o lançamento de 18 canais temáticos no mercado lusófono.

Por fim, e no que toca saudades, o responsável pela estação de Queluz de Baixo assume que as sente relativamente ao que ainda não teve oportunidade de fazer na TVI. “Tenho saudades do que ainda não fiz na TVI, desde logo porque há imenso para fazer, para criar, para mudar, e foi sempre essa a visão, em equipa, que tive desta atividade”, confessou.


Leia também: José Fragoso critica programação da SIC e TVI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.