Novelas Televisão

Novela «A Força do Querer» está de regresso a Portugal

Emitida originalmente em Portugal entre 2017 e 2018 na SIC, a novela A Força do Querer regressa agora a Portugal pela mão do canal Globo.

Num mundo com tantas possibilidades e tão diverso, encontramos algo que é comum a todos: os sonhos. Nesse cenário, onde os mesmos quereres também são múltiplos, somos desafiados a todo o momento a fazer escolhas. Até onde os nossos desejos devem ir para não magoar os outros? É o desafio da convivência humana. Os caminhos de diferentes personagens cruzam-se e eles são levados ao limite num percurso em que a força do querer de um afeta a força do querer do outro. Este é o dilema proposto em A Força do Querer, novela assinada por Gloria Perez que tem estreia marcada para o dia 02 de novembro, às 20h30, na Globo.

Um dos pontos centrais da trama é Bibi, uma mulher que acredita fortemente na paixão, na adrenalina, na intensidade que hipnotiza e faz com que a pessoa amada seja objeto de todo o desejo e atenção. No início da história, ela está noiva de Caio, que conheceu na faculdade de Direito. Bibi ama-o, mas não entende a forma de amar do noivo. Caio vive uma fase profissional promissora e precisa dedicar mais tempo ao trabalho. Bibi não compreende o momento do noivo e, durante uma discussão, termina o relacionamento alegando falta de paixão. A futura advogada troca o conforto material e o amor estável que tinha com Caio para viver a paixão que tanto procura com Rubinho, um estudante de química que trabalha como empregado de mesa. Arrasado, Caio decide ir para os Estados Unidos reconstruir a sua vida.

Jeiza, outra força da natureza, é uma mulher dura e cheia de garra. É apaixonada pelo seu trabalho no Batalhão de Ações com Cães e também sonha tornar-se lutadora de MMA. Jeiza quer conquistar os ringues e mostrar que uma mulher pode fazer o que quiser. Filha de Cândida, ela é feminina, gosta de se produzir, mas o seu comportamento em relação aos homens difere da maioria das mulheres do seu bairro. Inclusive da própria mãe, que vive atrás de arranjar um namorado e acaba por relacionar-se sempre com homens que não a valorizam. Jeiza não aceita domínio de namorado algum, principalmente quando envolve a sua profissão.

E não gosta que a defendam de situações difíceis, como uma cantada mais atrevida, por exemplo. É ela quem sempre dá as cartas nas suas relações, e não é diferente quando conhece Zeca. Aos poucos, Jeiza e Zeca aproximam-se e ficam amigos. Da amizade, surge uma grande paixão. Paixão que será sempre marcada pelo temperamento forte dos dois e pelo sentimento de Zeca por Ritinha, que por mais que ele tente, não consegue apagar completamente de dentro dele.

A história de Ritinha e Zeca, retratada logo no início da novela, vai desencadear, aliás, muitos dos conflitos da trama. Os dois jovens vivem em Parazinho, no Pará, e têm um relacionamento desde a adolescência. Porém, enquanto Zeca quer um futuro estável, seguindo a sua vida como camionista, Ritinha vive a euforia da juventude e quer experimentar tudo, conhecer outros lugares e aproveitar tudo o que a vida tem a oferecer. Por isso, quando conhece Ruy, um “estrangeiro” que vive no Rio de Janeiro, não pensa duas vezes e vê nele a oportunidade que tanto procurava de ir embora dali. Esse encontro vai mudar para sempre o destino de Ritinha e dar início à saga de Zeca para esquecê-la.


  • Leia também:

Daniel Oliveira tentou renovar contrato de Cristina Ferreira a 26 de junho

Outras Notícias