Novelas Televisão

«A Viagem» é a próxima novela em exibição na Globo

O que acontece depois da morte é um dos maiores mistérios da humanidade, e é em torno desta temática que gira a história de A Viagem, a nova novela da Globo.


Com estreia marcada para o dia 12 de julho, às 17h15 na Globo, A Viagem é uma das novelas mais acarinhadas pelo público português, onde constam nomes bem conhecidos tais como Antonio Fagundes, Christiane Torloni, Miguel Falabella, Guilherme Fontes e Andréa Beltrão, entre outros.

Escrita por Ivanir Ribeiro, com direção de Wolf Maya e Ignácio Coqueiro, a novela acompanha a história de Alexandre, um jovem rico e desajustado que tenta roubar o cofre do escritório onde trabalha para pagar uma dívida. Durante este assalto, Alexandre acaba por matar o tesoureiro da empresa. O seu irmão, Raul, e o cunhado, Theo, decidem entregá-lo à polícia. Porém, Dinah, a irmã mais velha, protege-o e implora ao criminalista Otávio Jordão que cuide do caso. Amigo da vítima, o advogado nega-se a defender o rapaz, que é condenado e acaba por suicidar-se na cadeia.

Depois de morto, Alexandre dedica-se a infernizar a vida de Raul, Theo e Otávio, que considera serem os responsáveis pela sua morte. Theo, que fora casado com Dinah, transforma-se num homem violento e temperamental depois de iniciar uma relação com Lisa, antiga namorada de Alexandre. Tato, filho mais velho de Otávio, abandona a escola e torna-se um delinquente. Adepto do espiritismo, o médico Alberto percebe que todos os conflitos estão a ser causados pela influência do espírito de Alexandre. Aos poucos, Dinah, que inicialmente culpa o advogado Otávio pela morte do irmão, descobre nele um amor de muitas vidas e a possibilidade de uma relação tranquila, diferente do seu conturbado casamento com Theo.

No total foram produzidos 50 cenários e mais de 200 ambientes para a novela, cuja trama se desenrola no Rio de Janeiro. Para a representação do céu, a produção escolheu um campo de golfe em Nogueira, distrito de Petrópolis. Já o Vale dos Suicidas, para onde Alexandre vai depois de morrer, era uma pedreira desativada em Niterói.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.