Geral Televisão

Gabriela Sobral assume redução de contratos de exclusividade na televisão portuguesa

A crise e as mudanças já anunciadas no mercado televisivo ditaram a diminuição de muitos dos contratos de exclusividade com as diferentes estações do nosso país. Este é um facto cada vez mais presente na vida de muitos atores conhecidos dos portugueses. Gabriela Sobral, directora de Produção da SIC, destacou à Notícias TV de hoje as mudanças que o mercado na televisão está a sofrer e que isso pode ser uma ameaça para a manutenção de atores nos diversos canais: «Os atores vão ter, cada vez mais, de trabalhar para vários canais porque o mercado está propício a que não se façam novos contratos de exclusividade. Neste momento, nenhuma estrutura permite isso.», disse.

No entanto, a estação de Carnaxide acabou por contratar mais quatro atores são eles: Júlio César, Cristina Homem de Mello, Vitória Guerra e Vítor Norte. Para justificar estas aquisições, Gabriela Sobral disse à mesma publicação que: «Os atores ou estão num lado ou estão no outro. Quando não estão em lado nenhum, estão no mercado. Foi fácil ir buscar estes recursos».

Júlio César que ficou tentado com a proposta de entrar no remake de Dancin’ Days, disse à mesma publicação ter saído da produtora Plural Entertainment de forma pacífica, como aliás admitem todos os outros transferidos. «Não deixei a produtora por amargura. Nada disso… Não estou nada magoado. Aceitei o convite da SIC porque esta novela me pareceu muito interessante. Não se devem fechar nem abrir portas. Eu não tenho qualquer contrato de exclusividade e, por isso, estou no mercado…», contou.

Assim, iremos ver mais atores a trabalhar em simultâneo para diversas estações de televisão? Ou irão eles simplesmente desistir da caixinha mágica e apostar noutras áreas?

Artigos Relacionados