Mais uma semana passou e está de regresso mais um Esqueceram-se de Mim. Após termos recordado na passada semana o ator João André, hoje iremos relembrar Afonso Maló Franco.

Se pelo nome não chega ao ator, fique então a saber que é irmão de Filipa Maló Franco, a eterna Clarinha de Super Pai, também já aqui recordada, ou se preferir o intérprete de Tiago Mendes, na série policial Inspector Max.

 Mais conhecido por Afonso Maló, a criança que ainda hoje vimos nas inúmeras repetições de Inspector Max cresceu e tem actualmente 16 anos.

Estreando-se em televisão com a série Crianças S.O.S, exibida na TVI no ano de 2000, Afonso Maló rapidamente conseguiu outros trabalhos na estação de Queluz, sendo o mais marcante da sua carreira o da série policial.

A par do desenvolvimento da sua carreira em televisão, estava também a da irmã, fato que o levou a integrar o elenco de Super Pai, numa curta e especial participação. Com o sucesso da série a TVI decidiu apostar nele e dar-lhe um papel de destaque num outro projecto da estação e assim alavancou a sua carreira em Inspector Max, decorria o ano de 2003.

Apesar do sucesso alcançado na TVI foi na SIC que Afonso Maló Franco apareceu pela última vez num projecto de longa duração. Com o sucesso alcançado no canal de Queluz, a SIC deu-lhe o papel de Matias Medina, na sua novela Vingança. Ao lado de Lúcia Moniz, Diogo Morgado ou Paulo Rocha, Afonso Maló teve naquela que foi considerada uma das grandes produções do canal, o seu último trabalho.

A par da representação Afonso Maló esteve também envolvido nas dobragens de algumas das séries mais vistas pelos mais novos, tais como Hannah Montana, As aventuras de Zack e Cody, ou Bambi.

Sem aparecer na televisão em novos projetos, Afonso Maló Franco seguiu a sua vida longe das câmaras e dedicou-se a uma grande paixão, o Rugby. A jogar no Belenenses, o jovem integra actualmente a equipa da Selecção Nacional Sub18 na modalidade.

Com Afonso Maló está mais que provado que a passagem pela televisão pode muito bem ser breve e que novos rumos têm de ser tidos em conta não nos podendo limitar apenas ao trabalho oferecido pela caixinha mágica.

Outras Notícias